Início > Comemorações, Filmes > 100 Melhores Filmes de Guerra – A Cruz de Ferro – 09

100 Melhores Filmes de Guerra – A Cruz de Ferro – 09


Quem realiza pesquisas, seja ela da segunda guerra ou outro período histórico e vai assitir um filme, passa o tempo inteiro analisando os cuidados que a produção teve com a veracidade dos acontecimentos, e claro, ao final, sempre tem uma ou outra observação a fazer. Por isso, para que possamos abrir nosso leque de produções que apresentem como “pano de fundo” os conflitos que marcaram a humanidade, estou lançando uma série de posts que elencam os 100 melhores filmes de guerra de todos os tempos, claro, estou colocando minha lista, e vou colocá-la propositalmente em ordem aleatória, deixando os 05 melhores colocados para o final da série. Faça a sua Lista ou acompanhe a nossa!

PS.  antes que alguém critique o post, lembrem-se, é só uma brincadeira!!

A Cruz de Ferro (Posição 09)


Neste clássico antibelicista, a Segunda Guerra Mundial é mostrada sob os olhos dos alemães. O diretor Sam Peckinpah mostra que os soldados que combateram com o uniforme nazista eram vítimas dos senhores da guerra. O sargento Steiner (Coburn) participa de uma batalha sangrenta contra as tropas russa, na qual morre o bravo tenente Meyer, líder do pelotão. Só que o capitão aristocrata Stransky (Schell) diz que comandou os soldados na luta e reivindica a Cruz de Ferro, medalha concedida por bravura no campo de batalha. Stainer nega-se a corroborar a farsa. Covardemente, o capitão escarra na honra militar e se vinga do sargento.

Sam Peckinpah não se vale de meias palavras ou meias imagens para reconstruir a carnificina da Segunda Guerra Mundial. As cenas, cruéis e violentas, lembram que o sofrimento não foi privilégio dos Aliados. O enredo é universal: enquanto sonham com o poder, uns poucos alimentam o conflito com sangue da ralé. Em A Cruz de Ferro, a ambição é o estopim, a faísca e o combustível da guerra. E a terrível constatação é que mesmos os vencedores terminam vencidos.

Título Original: Cross of Iron

País: Reino Unido / Alemanha

Ano: 1977

Direção: Sam Peckinpah

Elenco: James Coburn, Maximilian Schell, James Mason, David Warner.

Curiosidade: Os soldados russos entoam uma cança iugoslava, pois os atores eram iugoslavos e não conheciam músicas russas. Ninguém da equipe percebeu, e a cena ficou assim.

Anúncios
  1. Vinícius Muline
    14/10/2011 às 1:15 PM

    Obrigado pela publicação! Parabéns e, sucesso!

  2. Chicão
    09/11/2011 às 10:13 AM

    Eu gostaria de saber onde eu teria acesso para saber quais são os cem melhores filmes sobre guerras?
    Em princípio, concordo que faça parte a Cruz de Ferro. De fato um excelente filme, além de contar com atores de renome.
    Mas eu gostaria de saber – e esta a razão da minha pergunta inicial – , se Corações e Mentes faz parte desta lista.
    Amargo Regresso, também?
    Por favor, Chico, peço ajuda.
    Um abraço.

  3. Francisco Bendl
    09/11/2011 às 11:03 AM

    Uma pequena correção quanto ao comentário do filme Cruz de Ferro:
    James Coburn, interpretou o Cabo Steiner, e não como sargento.

    • Anderson der Panzerbär
      26/05/2012 às 5:54 PM

      Francisco Bengl,
      James coburn que interpretou o cabo Steiner, recebe uma promoção de sargento por intermédio do capitão Stransky .
      Ele passa de posição hierárquica de Cabo para sargento.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: