Arquivo

Archive for 30/04/2011

Cartunismo de Guerra – A Propaganda Engraçada – Parte I

A visão humorada da guerra com a representação das diversas situações através dos cartuns publicados na Ingleterra. O autor é Leslie Gilbert Illingworth , o grande cartunista britânico.


Berlim de 1945 a 1989 – Do Fim da Seguda Guerra ao Fim da Guerra Fria

Berlim, após a queda do nazismo serviu de parâmetro para a divisão do mundo, segundo duas visões ideológicas e, por isso, nunca deixou de estar sob os olhares do mundo por décadas.

 Fruto da conquista entre potências completamente opostas em relação a sistemas políticos, já que Hitler conseguiu a proeza de unir um Estado totalitário Comunista com potências democráticas como Inglaterra e Estados Unidos, essas mesmas potências protagonizaram uma guerra diferente da travada da década de quarenta, a chamada Guerra fria, foi uma corrida armamentista que por várias vezes colocou a própria existência da humanidade em risco. E Berlim foi sempre o centro nervoso desse processo, a cidade que foi, inicialmente dividida em setores e teve um comissão Aliada governando a cidade, passou a ser dividida entre o lado ocidental e o lado comunista, e na década de 60 teve sua divisão materializada através de um muro, que dividiu a cidade e seus cidadãos. Ideologicamente podemos dizer que a Alemanha não se recuperou da sua derrota, mesmo depois de passados mais de 60 anos. Pessoas nasceram e morreram convivendo com o fardo das disputas dos despojos de guerra que foram disputados pelas Repúblicas Soviéticas e as nações capitalistas. Essa disputa por Berlim, e pela divisão trouxe para a própria Alemanha uma divisão de seu povo que colocou o país com duas realidades tão distintas e inexoravelmente opostas quanto à separação de famílias inteiras. Segue abaixo um pequeno resumo dessas histórias através de fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: