Início > Guerras, História > O Fracasso da Defesa no Dia D

O Fracasso da Defesa no Dia D


O fracasso alemão em omaha teve muitas razões. A tentativa de defesa por toda parte, espalhara as divisões em pouquinhos aqui, gotinhas ali. Além do mais, o comandante da 352ª, general Klaiss, fez uma interpretação completamente errada das intenções dos aliados. Às 2 horas, quando ele recebeu relatórios sobre o lançamento de pára-quedistas no seu flanco esquerdo entre Isigny e Caretan, pensou que os americanos estavam tentando separar a 352ª da 709ª. Às 03:10 ele ordenou que sua divisão de reserva, chamada de Kampfgrupe Meyer, nome do comandante da 905º Regimento, se deslocasse de suas posições ao sul de Bayerux até o estuário do Vire. Mas essa foi uma tentativa absurda; os pára-quedistas eram uns poucos homens da 101º que haviam saltado erradamente.

 Às 5:50 Kraiss compreendeu o seu erro. Ele disse a Meyer que detivesse a  Kampfgrupe e esperasse ordens posteriores. Dentro de meia os americanos começaram a desembarcar em Omaha, mas só às 07:35 Kraiss enviou reservas para área, e em seguida apenas um batalhão da Kampfgrupe. Às 8:35, ele enviou os outros dois batalhões contra  a 50ª Divisão Britânica na praia de Gold. Fracionar a 915ª desta maneira significava que em parte alguma havia condições de desencadear um ataque vigoroso. Os batalhões estavam também várias horas atrasadas ao chegar aos locais de combate, porque quando se deslocavam eram alvejados por caças e bombardeios aliados.

 Informações insuficientes, em muitos casos, e absolutamente nenhum em outros, causaram grande embaraço a Kraiss, mas ele era tão culpado de passar adiante más informações quanto uma vítima de recebê-las. Às 10 horas, ele relatou penetrações nas posições avançadas da 352ª em Omaha, mas frizou que não eram perigosas. Às 13:35 informou ao QG do 7º Exército que o assalto americano fora repelido de volta para o mar, exceto em Colleville, que, ele afirmou, estava sendo contra-atacada pela 915ª. Apenas às 18 horas ele admitiu que os americanos haviam infiltrado através de pontos fortes da 352ª, mas mesmo então ele afirmou que apenas Colleville estava em perigo.

 Às 17 horas, o marechal-de-campo Rundstedt exigiu que a cabeça-de-ponte aliada fosse eliminada naquela noite. Alguns minutos depois, o general Jodl enviou uma ordem no OKW – todas as forças disponíveis deviam ser lançadas na batalha. Às 18:25, Krauss ordenou que sua última unidade não empenhada, o batalhão de engenharia, se deslocasse para St.-Laurent e lutasse como infantaria. No momento em que os engenheiros chegaram ali, estava escuro, tarde demais para fazer outra coisa exceto entrincheirar-se e esperar o amanhecer.

 Pouco antes da meia-noite, 06 de junho, Kraiss admitiu ai seu comandante de corpo, general Marcks, que a 352ª precisava desesperadamente de ajuda. “Amanhã a divisão será capaz de oferecer ao inimigo a mesma determinada resistência que ofereceu hoje (mas) por causa das pesadas baixas…os reforços devem ser trazidos até depois de amanhã. As perdas em homens e material nos ninhos de resistência são totais”

 Marcks retrucou: “Todas as reservas que me eram disponíveis já foram empregadas. Cada polegada de chão deve ser defendida ao máximo até novos reforços possam ser trazidos.”

 Em suma, o pode de combate da 352ª tinha sido dissipado pela obstinada ação defensiva dos pequenos grupos que eram capazes de retardar, mas não deter o avanço aliado. A insistência de Rommel em defender o avanço perto da praia tornara a fase inicial mais árdua para os americanos, mas a um custo excessivo para os alemães – e não havia funcionado. “A esse respeito”, declara a história oficial do exército americano, o “V Corpo havia superado uma severa crise, e o sucesso da sua luta deve ser medido em outros termos que não o tamanho da cabeça-de-praia.”

Anúncios
  1. rosangela
    29/10/2011 às 7:42 PM

    achei incrivel esse lugar para ver fotos e filmes do terror nazista, Leio muitos livros da 2 guerra e falta fotos, tanto que acabei de ler coco chanel e seu envolvimento com o nazismo.

    • O povo se esquece que a moeda tem dois lados
      06/02/2012 às 2:25 PM

      Pesquise por: “Revisionismo”

      Você vai se surpreender, e há bastante material de registro.

      T+

  2. Yara Gomes
    06/01/2013 às 8:23 PM

    Não sabia que Coco Chanel era envolvida com os nazis , ela era uma grande artista francesa… Mas , é interessante saber…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: