Início > Guerras, História > O que aconteceu com o Tenente que Ordenou o massacre em Creta?

O que aconteceu com o Tenente que Ordenou o massacre em Creta?


Fallschirmjäger Oberleutnant Horst Trebes – Tenente Paraquedista Horst Trebes
Nascido: Köln, 22 de outubro de 1916,
Morto em ação: 29 jul 1944 Normandia  – sul de Denys-le-Gast
Fallschirmjäger desde: 1 de junho de 1938
Data de enlistement: 01 de abril de 1936

A estranha história de sua vida …

Tenente Horst Trebes foi uma figura central no massacre Kondomari. A vida desse jovem tenente morto em ação ainda desperta o interesse de muitas pessoas.

Horst Trebes nasceu em Köln (Colônia) em 22 de Outubro de 1916. Ingressou na Wehrmacht como aluno da academia militar em abril de 1936 e foi promovido a oficial em 20 de Abril de 1938. Em 20 de junho de 1938 ele se voluntariou para a formação de uma Unidade Fallschirmjäger (paraquedista) sob o comando do Major Richard Heidrich. A Unidade Fallschirmjäger foi incorporada à Luftwaffe em 01 de abril de 1939 como parte do Batalhão III, 1 Fallschirmjäger Regiment (III FJR / 1).

Trebes participou das campanhas da Holanda e Polonia e ganhou a Cruz de Ferro de Segunda Classe na Polônia e a Cruz de Ferro de Primeira Classe na Holanda. Em 1941, durante a invasão de Creta, ele serviu como oficial de pessoal do Regimento Sturm 1.

Em Creta um unidade de combate (Kampfgruppe) foi formada a partir da equipe regimental consistindo do tenenteTrebes, tenente Schachter e o major Baum. O Kampfgruppe pousou perto da ponte sobre o rio Travotinis em nove planadores a oeste da Malemes. A missão era capturar a ponte e depois capturar a posição a oeste do aeródromo Malemes.

Em 20 de maio Trebes atacou a área em auxilio ao pelotão tenente Kalhey, que tinha sido cercado. Durante este ataque major Baun foi morto e o tenente Schachter foi ferido. Trebes assumiu o comando da Kampfgruppe. A próxima ação foi em maio de 23 a oeste de Palantias quando o Kampfgruppe capturou a colina 107. Por essa ação Trebes foi condecorado com a Cruz dos Cavaleiros, embora a data do prêmio é listado como 09 de julho de 1941.

Em 02 de junho de 1941 Trebes se dirigiu com quatro caminhões cheios de Fallschirmjäger (paraquedistas) para a aldeia de Kondomari onde mais de 100 civis foram presos e, estima-se, que aproximadamente 65 foram executados. Tenente Trebes ordenou pessoalmente o  “abrir fogo” executando as ordens vindas do General Student.

Um mês depois do massacre em Kondomari, Trebes foi novamente condecorado. Ele voltou à Alemanha, e foi para uma festa em Halberstadt com um grupo de Fallschirmjäger. A festa terminou tragicamente; Oberjäger Karl Polzin; um membro do famoso Fallschirmjäger Trupp 4 que tinha capturado Fort Eben Emael, foi morto por Trebes acidentalmente em uma brincadeira com a sua arma. Polzin foi dormir na casa de banho e Trebes insistia em acordar-lhe com a sua pistola… É fácil imaginar a cena e a “situação de controle total dos bebados após uma festa “.

Sua mãe o salvou da pena de morte. Ela havia trabalhado como enfermeira durante a Primeira Guerra Mundial e ajudou Hermann Göring nesse período com seus ferimentos. Após se recuperar, Göring prometeu que iria ajudá-la no futuro, em caso de necessidade. Ela procurou Göring papra interceder por Trebes. Pesou também o fato de que Trebes era um herói famoso na tropa e, por isso, sua vida foi poupada. De qualquer forma a Luftwaffe não podia fugir do embaraço de ter uma de seus herói julgados em tribunal.

Apesar  de intervenção de Göring, o tenenteTrebes perdeu suas condecorações e a licença de paraquedista e foi enviado à África, onde especula-se, que perdeu seu braço direito (Isto não é provado). Ferido ou não, ele se tornou um homem imprudente emocionalmente,  abalado e obcecado por cada chance para recuperar sua posição.

Trebes também lutou na Rússia como comandante III / Regimento LLStürm até ser transferido no início da primavera de 1944 para o comando III/FJR6. Apesar de todas as suas missões suicidas se destacou e ganhou a oportunidade de recuperar sua honra. O major von der Heydte sábio, desesperado por comandantes experientes e voluntários como Trebes,  que sabia da oportunidade como comandante de seu Regimento III Batalhão 6.

Contudo durante a ofensiva Aliada sob a Normandia (Operação Cobra) o tenente Trebes morre em ação. As circunstâncias de sua morte não são claras e é desconhecida a localização exata, talvez em algum lugar perto Carentan, acredita-se ser a sul de Denys-le-Gast  em 29 de julho de 1944 durante a luta dos exércitos aliados através de Saint- -Lo.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: