Início > Guerras, História > U-507 Documentário e História Brasileira

U-507 Documentário e História Brasileira


As palavras do Almirante Karl Doenitz que foram escritas em louvor aos atos perpetrados por seus obstinados subordinados na guerra de corso submarina, obviamente não correspondem com a realidade e nem poderia ser de outra maneira, já que a guerra submarina tende a se deteriorar rapidamente, porque uma de suas funções, é a de matar não somente marinheiros e destruir navios, mas a vontade moral de um país de continuar a luta. Embora o Atlântico Sul tenha sido um teatro secundário para as operações submarinas do Eixo e assim pouco interesse desperta entre os pesquisadores internacionais, mas não sabem eles que as ações dos submarinos nos deixaram marcas profundas e indeléveis. Por exemplo: os torpedeamentos dos navios mercantes Baependi, Araraquara, Anibal Benevolo, Itagiba e Arará ocorreram entre 15 e 17 de agosto e se constituíram num dos episódios mais dramáticos da História Contemporânea do Brasil.

O U-507 trata do afundamento de quatro navios brasileiros na costa de Sergipe durante a segunda guerra mundial. O documentário privilegia o ponto de vista dos moradores da região do Mosqueiro e Areia Branca, áreas de Aracaju que mais tiveram contato com o acontecimento. Além disso, o U-507 faz uso de animações para revelar ao público esse fato marcante da história de Sergipe e do Brasil.

Com direção de Rubens Carvalho, o documentário começou a ser produzido em dezembro de 2007 e foi finalizado em julho de 2008.

Fontes:

 

 

http://www.naufragiosdobrasil.com.br

http://u507.wordpress.com/

Anúncios
  1. washington jadum de campos
    10/09/2011 às 8:51 PM

    Espetáculos de depoimentos, isto é a história.

  2. Miguel Pinaud
    23/09/2011 às 10:48 AM

    Eles eram assasinos.
    Eles eram assassínios, sabiam que os navios mercantes transportavam pessoas desarmadas, como também mulheres e crianças e velhos.

    Dignos de figuraram no rol de assassinatos em massa de mulheres, crianças, velhos e pessoas indefesos.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: