Arquivo

Archive for 30/10/2011

A Vida dos Soviéticos nos Territórios Ocupados

Nenhuma pessoa sensata poderá negar que o século XX foi um século de provações para o povo soviético. Suas repúblicas satélites estiveram no centro dos grandes confrontos mundiais nos últimos cem anos e, além das condições normais de vida, já se apresentarem deveras duras, eles tinham que conviver com revoluções, revoltas, invasões e expulsões ano após ano. Ao final da Segunda Guerra se estabeleceu como o maior sacrifício já realizado por um povo em todos os tempos.

Por isso mesmo, resolvemos realizar uma publicação em homenagem a esse povo, sem retratar soldados como principal foco, mas expor o povo soviético durante a invasão alemã, para que o sacrifício de uma população sofrida tenha um rosto, e que possamos entender um pouco mais como as pessoas sobreviviam com um rigoroso inverno e, ao mesmo tempo, conseguiam conviver, ora com uma nação estrangeira ocupando seus campo ou com um regime totalitário ditando suas vidas.

 Uma pequena homenagem as nações soviéticas.

Aviso do Comando Alemão a uma Vila Ocupada

Tradução:

anúncio
Para restaurar a ordem e a segurança no território ocupado por autoridades militares alemãs,  ordenamos:
1) A população das aldeias é proibido ir para fora das áreas residenciais, sem a escolta de um soldado alemão.
2) A população está proibida de sair de suas residências do escuro até o amanhecer.
3) Cada cidadão de ambos os sexos devem se registrar nas listas no Comando local, a partir da idade de 12 anos de idade.
4) Cada cidadão registrado é obrigado a usar em seu peito uma prancha de madeira com seu número de inscrição e nome.
5) Armas de qualquer tipo, munições e explosivos devem ser entregues ao Comando local imediatamente.
6) Quem desobedecer essa ordem será preso e punido por um tribunal militar.

Comandante do exército alemão.

%d blogueiros gostam disto: