Início > Guerras, História > Curiosidades do Pós-Guerra – Parte I

Curiosidades do Pós-Guerra – Parte I


Quando a rendição incondicional alemã foi assinada e posteriormente a rendição japonesa, a guerra acabou, mas a conta tinha que ser acertada. O cenário político e geográfico teria que ser redimensionado para contemplar a nova ordem mundial. Começa ainda em 1945, a Guerra Fria que conduziu o mundo à beira da Guerra Nuclear e da Terceira Guerra Mundial. Generais como Patton queriam atacar a URSS antes de 1946. Paralelamente o desejo de vingança abriu cominho para o Tribunal de Nuremberg, e outros tribunais pelo mundo, com a intenção de caçar e julgar os nazistas. Os americanos começam os testes nucleares no pacífico no mesmo período que os soldados dos diversos fronts espalhados pelo mundo retornam para suas casas, muito deles feridos, traumatizados, mutilados e, como o caso dos pracinhas brasileiros, desamparados pelos governos que os enviou. Essa era o mundo da segunda metade da década de 40, renascendo das cinzas.

Segue abaixo algumas curiosidades sobre esse período de PÓS-GUERRA; sobre esse mundo que estava se reinventando.

Explosão Nuclear

Uma explosão de um teste nuclear de codinome “Baker”, parte da Operação Crossroads, no Atol de Biquini, nas Ilhas Marshall, em 25 de julho de 1946. A bomba atômica era de 40 quilotons detonada pelos EUA a uma profundidade de 27 metros abaixo da superfície do oceano, a 3,5 milhas do atol. O objetivo dos testes era de estudar os efeitos das explosões nucleares em navios. 73 navios foram recolhidos para o local – tanto navios obsoletos americanos e quanto capturados, incluindo o couraçado japones “Nagato”(NARA).

O XB-35

Bombadeiro Northrop, conhecida como a XB-35 em voo de 1946. O XB-35 foi um bombardeiro pesado experimental desenvolvido para a Força Aérea dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial. O projeto foi encerrado logo após a guerra, devido à sua dificuldade técnica.(AP Photo)

Munição no Mar

Munição japonesa sendo despejada no mar em 21 de setembro de 1945. Durante a ocupação dos EUA, quase tudo da indústria de guerra japonesa de armamento existente fora desmantelado.(Signal Corps).

Enforcamento de médico Nazista

As autoridades militares dos EUA se preparam para enforcar Dr. Klaus Karl Schilling, 74 anos, em Landsberg, Alemanha, em 28 de maio de 1946. Em um julgamento de crimes de guerra em Dachau ele foi condenado por utilizar 1.200 prisioneiros dos campos de concentração para experimentos da malária. Trinta morreram diretamente das inoculações e 300-400 morreram posteriormente de complicações da doença. Seus experimentos começaram em 1942.(AP Photo / Robert Clover).

Em busca da "Terra Prometida"

Sobreviventes judeus do campo de concentração nazista de Buchenwald, alguns ainda em suas roupas acampamento, ficam no convés do navio de imigração de refugiados Mataroa, em 15 de julho de 1945, durante o Mandato Britânico da Palestina, no que se tornaria mais tarde o Estado de Israel. Durante a Segunda Guerra Mundial, milhões de judeus foram fugindo da Alemanha e seus territórios ocupados, muitos tentam entrar no Mandato Britânico da Palestina, apesar de severas restrições à imigração judaica estabelecida pelos britânicos em 1939. Muitos desses supostos imigrantes foram apanhados e colocados em campos de detenção. Em 1947, a Grã-Bretanha anunciou planos de se retirar do território, e as Nações Unidas aprovou o Plano de Partilha da Palestina, estabelecendo um judeu e um Estado palestino no país. Em 14 de maio de 1948, Israel declarou a independência e foi imediatamente atacado por países árabes vizinhos, dando início ao conflito árabe-israelense que continua até hoje.(Zoltan Kluger / GPO via Getty Images).

Órfãos da Guerra

Alguns dos milhares de órfãos da guerra na Polônia, no Orfanato Católica de Lublin, em 11 de setembro de 1946, onde eram atendidas pela Cruz Vermelha polonesa. A maioria das roupas, assim como vitaminas e medicamentos, era fornecida pela Cruz Vermelha Americana.(AP Photo).

Japão, A reconstrução da Vida

A Imperatriz do Japão visita um orfanato católico formado por freiras japonesas para crianças que perderam seus pais na guerra e nos ataques aéreos sobre Tóquio. A Imperatriz inspecionou o terreno e fez uma visita à capela. Crianças com bandeiras japonesas a para cumprimentar a Imperatriz durante a sua visita em Fujisawa, em Tóquio, em 13 de abril de 1946.(AP Photo).

Casas depois da Destruição.

Casas novas (direita) em meio às ruínas de Hiroshima, no Japão, em 11 de março de 1946. Estas casas, única história construída ao longo de uma estrada de superfície radiativa, fazem parte do programa do governo japonês para reconstruir partes devastadas do país. Ao fundo à esquerda estão edifícios danificados cuja alvenaria resistiu aos efeitos da primeira bomba atômica já detonada.(AP Photo / Charles P. Gorry),

Recomeço econômico

Relógios estão sendo preparadas para exportação com destino a países aliados, mostrado como garantia para os bens importados pelo Japão. Trinta e quatro fábricas japonesas produziram 123 mil relógios em abril de 1946. 25 de junho de 1946.(AP Photo / Charles Gorry).

Patton em seu desfile em LA

General George S. Patton recebe os aplausos de milhares de pessoas durante um desfile pelo centro de Los Angeles, Califórnia, em 09 de junho de 1945. Pouco tempo depois, Patton voltou para a Alemanha e a controvérsia, como ele defendia a contratação de ex-nazistas em cargos administrativos na Baviera, ele foi destituído do comando do 3º Exército e morreu de ferimentos em um acidente de trânsito em dezembro. Do lado esquerdo o famoso Joe Rosenthal com a fotografia do hasteamento da bandeira em Iwo Jima, sendo visível a chamada para comprar bônus de guerra no outdoor. (AP Photo).

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 15/08/2013 às 8:05 PM
  2. 15/08/2013 às 8:45 PM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: