Início > Mais Assuntos > Homenagem aos heróis socorrenses da Segunda Guerra Mundial

Homenagem aos heróis socorrenses da Segunda Guerra Mundial


 Segue abaixo artigo enviado pelo pesquisador Derek Destito Vertino. Ratificamos o apoio iniciativas dessas que possam trazer à luz o reconhecimento histórico de nossos soldados nos campos de batalha da Itália.

  __________________

No último dia 19 de Novembro, o município de Socorro/SP foi presenteado com uma grande homenagem. Após quase 67 anos, Prefeitura Municipal inaugurou uma placa em homenagem aos veteranos socorrenses que representaram o município no maior conflito armado da História, a Segunda Guerra Mundial, durante a Campanha na Itália e Defesa do Litoral. Os ex-combatentes homenageados foram: Benedito Vaz de Lima, José Maria Teixeira, Luiz Granconato, Manfredo Lugli, Thomas Marcelino Borim e Ramiro Zucato: tal resgate de uma parte da nossa história que os homenageados em vida, não viram.

O evento foi realizado no Palácio das Águias e contou com aproximadamente 80 pessoas, entre familiares, professores, políticos. Tal homenagem é a segunda vitória do livro “Da Glória ao Esquecimento: os socorrenses na Segunda Guerra Mundial”, do pesquisador Derek Destito Vertino. Em Maio/2011, a Câmara Municipal aprovou o Projeto de Lei número 19/2011, de Luciano K. Taniguchi, incluindo o Dia da Segunda Guerra no calendário oficial da cidade, 8 de Maio.

A abertura do evento de inauguração da placa foi realizada por Vilma Simões. Em seguida, o pesquisador Derek Destito Vertino destacou as principais dificuldades em publicar o seu livro e os resultados obtidos de seu trabalho.  O Presidente da Câmara, Luciano K. Taniguchi, discursou sobre a importância do resgate da história local. O evento contou com a ilustríssima presença do pesquisador Márcio C. de Faria (autor do Livro “A Casa das Laranjas: Crônica dos Bragantinos na Força Expedicionária Brasileira) e Luiz Moura (ex-combatente de Bragança Paulista), que emocionaram os presentes falando brevemente sobre o descaso das autoridades e da população em geral sobre o reconhecimento dos ex-combatentes e as principais feridas ainda abertas na memória de cada um. Ao final do evento, Márcio Celestino Faria presenteou algumas pessoas presentes no evento com um exemplar de seu livro.

Infelizmente a inauguração não teve cobertura da mídia local e as cadeiras foram alugadas pelo Derek. Agradecimento ao ICA (Instituto de Cultura e Arte) pelo empréstimo do som, ao Marcus do Dep. de Cultura e ao Carlos Tavares do Dep. de Turismo. Espero que o destaque deste momento histórico para a cidade tenha o devido e merecido reconhecimento de todos um dia deixaram de acreditar ou apoiar projeto de pesquisa.

derekdvertino@hotmail.com / derekdvertino@gmail.com

Twitter: @derekdestito

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Categorias:Mais Assuntos
  1. Francisco Bendl
    29/11/2011 às 10:47 AM

    Faz 66 anos que a Segunda Guerra Mundial terminou, trazendo consigo a maior tragédia da história da humanidade!
    Este episódio deveria ser sempre lembrado mas, lamentavelmente, somos um povo que não dá importância a esses acontecimentos!
    Homenagear ex-combatentes que ofereceram suas vidas em prol da liberdade, contra a tirania e crueldade, deveria ser obrigação, e não somente de forma esporádica!
    Aliás, eu sou da opinião que nossos soldados deveriam gozar de uma situação especial, não apenas com soldos pagos pelo governo, mas também com moradias adequadas, planos de saúde, um conforto merecido.
    No entanto, o brasileiro age diferente.
    Aos deputados, sinônimos de desonestidade e traição ao povo e país, toda a mordomia imaginável, proteção de leis específicas, verbas gastas de maneira irresponsável, tráfico de influência, cargos públicos à disposição sem concurso para apadrinhados, enfim, um festival de ilicitudes jamais vista!
    Um povo sem memória acontece exatamente o que hoje constatamos: a falta gritante de identidade como população, além do divórcio da pátria, estado, país e nação.
    Uma pena.
    Minhas saudações e reverências a esses ex-combatentes, heróis anônimos que construíram uma história digna e elogiosa na Grande Guerra.

  2. 04/01/2012 às 11:44 AM

    Parabéns ao pesquisador DEREK pela iniciativa de restaurar o nome e a história destes bravos Soldados Socorrenses, que estiveram lutando em campos Italianos, contra o pior
    evento promovido pela raça “desumana”. Que a história destes bravos nunca seja esquecida, servindo sempre de exemplo a todos nós, nossos filhos, netos …

    Grandes HOMENS em prol da vida !

  3. Regina
    10/11/2012 às 9:16 AM

    Quero aqui deixar a minha indignação quanto aos descasos e abandono aos EX-PRACINHAS, e endossar as palavras do Francisco e do Floriano. Esses EX-COMBATENTES foram heróis e merecedores não só de honrarias mas de respeito e cuidados especiais por parte das autoridades competentes deste nosso país. (Ina)

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: