Início > Guerras, História > Como o inimigo semeia a morte!

Como o inimigo semeia a morte!


Artigo enviado pelo Pesquisador Rigoberto Souza Júnior sobre o comportamento dos alemães durante a campanha da Itália. Agradecemos mais uma vez a inestimável colaboração.

__________

Crônica de Ruben Braga, correspondente do “Diário Carioca” – Fevereiro de 1945

             Pode acontecer, por exemplo, o seguinte: você se esconde atrás de um arbusto e, naturalmente apoiará sua mão em um galho. Há um fio de arame ligado a este galho. Este arame aciona uma ignição, tipo zz-42, que é um tipo de espoleta alemã tão popular que já existe um “jeep” nosso com este nome. O resultado é uma detonação de 3 cargas explosivas que estão escondidas de baixo de monte de pedras ali, pertinho do arbusto, e em vista disso, você sai deste mundo para outro – provavelmente melhor – pois não acredito que seja muito pior.

            Coisas semelhantes podem acontecer se, descendo um morro, você tropeça em um fio qualquer ou, abre uma porta inadvertidamente ou, se abaixa para apanhar um capacete nazista que pensa em levar como “ricordo” para o brasil e pendurar na parede da sala de visitas. Os homens do Pelotão de Minas de nossa Infantaria, ou das seções de nossa Engenharia já conhecem estas coisas, e sabem que não basta plantar minas para o inimigo nem colher as que o inimigo planta. É preciso prever a necessidade de você mesmo ter de retirar as minas que lançou. É para isso que se faz a “amarração” dos campos minados, isto é: marca-se direitinho o lugar em que a mina está enterrada: a 3 metros naquele pau de cerca da direção precisa daquele tronco de oliveira. As outras minas são dispostas em relação àquela, formando figuras geométricas, pois assim fica mais fácil de localizar as minas enterradas, quando, no lugar de temer um ataque inimigo os nossos homens é que tarão de avançar.

            E, agora uma coisa importante: os mineiros alemães não estão fazendo isso. Nossos homens já tem colhido uma safra abundante de minas alemãs e italianas, desde as grandes “telerminen” que destroem tanques de guerra, até as pequenas “schulterminen”, que arrancam o pé de quem a pisa. E essas minas alemãs estão semeadas sem nenhuma  ordem ou simetria, o que se deduz daí com muita probabilidade é que o alemão não pretende voltar pelas estradas por onde se retirou.

            Certamente o nosso comando sempre prevê a hipótese de um ataque ou um golpe de mão do adversário, mas de um modo geral o nazista sabe que não voltará.. Lenta ou apressadamente, do sul para o norte, do ocidente para o oriente, o alemão recua – e sabe que não voltará. Chegará um dia, talvez próximo, em que ele não terá mais para onde ir a não ser para o inferno.

            Sim, este soldado alemão desta guerra está condenado – mas o fascismo pode voltar, e estamos chegando ao momento de decidir este problema: fazer com que o nazista não volte – com este nome, ou com qualquer outro nome, na Alemanha ou fora dela. Ele pode brotar outra vez do chão – na Europa ou na Ásia, ou também na América. E que ninguém se iluda: acabar com as injustiças nacionais e sociais que são o caldo da cultura do fascismo e das guerras, será uma grande luta do povo, e uma luta mais dura ainda. Mas, creio que vale a pena lutá-la, pela mesma razão que vale apena lutar esta guerra de hoje.

            Tenho um filho. É ainda um menino – tem muitos caminhos a andar no mundo, e não pretendo que ele sempre ande por estradas de rosas, como um pequeno vagabundo no Reino da Felicidade, mas eu pretendo que ele nunca precise andar pelos caminhos que os Pracinhas Brasileiros estão trilhando hoje.

            A terra não foi feita para plantar minas: mas essa terra dos homens, em que se plantando dar-se-á nela tudo. Essas lavouras do futuro que meu filho e vosso filho vão colher amanhã – nós é que semearemos agora.

 

            Fonte: “Scatoletas da Itália” – a BBC e as Forças Brasileiras – 1944-1945

            P.S.: Scatoletas era como os italianos chamavam as caixas de ração que os soldados                  recebiam diariamente.

Anúncios
  1. Sérgio
    30/12/2011 às 3:09 PM

    Cara esse site é um dos melhores ou não o melhor sobre a 2 guerra.

    um site q conta a hístoria verdadeira sem vencedores ou perdedores.

    queria pedir um favor a vc..Será q vc sabe algum site q venda itens da 2 guerra?? principalmente os uniformes de Oficias da alemanha.. grato desde já.

    zinhu-s@hotmail.com

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: