Início > Guerras, História, Olinda > Citações de Combate da Força Expedicionária Brasileira – Parte II

Citações de Combate da Força Expedicionária Brasileira – Parte II


Soldado João Martins da Silva, do I Regimento de Infantaria – IG – 224.132. Estado do Rio de Janeiro.

Em 23-2-1945:

Eis outro episódio que, na sua simplicidade, reflete as belas virtudes do soldado brasileiro.

Durante o bombardeio do seu posto em BELAVISTA, foi atingido por três estilhaços de granada o soldado MARTINS. Assim ferido, deixou-se ficar no mesmo lugar sem uma queixa sequer. E ali permaneceu cerca de oito horas. Sabedor do fato pelos companheiros do soldado ferido, o Comandante do Pelotão determinou sua evacuação. No posto de socorro, interrogado pelo médico, porque resolvera calar sobre seu estado de saúde, respondeu-lhe simplesmente que, ciente de que os alemães iram lançar contra-ataques, decidira não se afastar do posto para ajudar a repeli-los uma vez que o Pelotão se encontrava desfalcado e ainda se sentia forte. Possuía, realmente, o soldado MARTINS, a tempera do verdadeiro combatente. O seu exemplo, pela sua grandeza e pelo estoicismo envaidece a tropa brasileira.

__________________________

Soldado ROMEU SIQUEIRA MACEDO, do I Regimento de Infantaria – 1G – 266.733. Estado do Rio de Janeiro.

Em 23-2-45

                 O seu Pelotão atacara e se apossara de LA SERRA, e agora se esforçava para manter o terreno conquistado, eliminando as resistências alemãs que ainda perduravam o cumprimento integral da missão. No curso da ação já se havia distinguido o Soldado Romeu. Agora, como esclarecedor de uma patrulha, devia reconhecer uma posição inimiga que se revelara poucos momentos antes. Avizinhando-se dessa posição, ele ouve rumores partidos do interior do abrigo. À porta do citado abrigo, surge-lhe inesperadamente, um adversário: o soldado Romeu logo tomara a iniciativa e o faz prisioneiro, e a resistência foi reduzida.

                O desassombro, a decisão inflexível e rápida, a vontade forte do Soldado Romeu, são belos exemplos que tenho o prazer de apontar à tropa brasileira.

_______________________

Soldado ISINO NEUMAN, do I Regimento de Infantaria – 2G – I26.883. Estado de Santa Catarina.

Em 23-2-45

                 Pertencia ao Grupo de Comando da 6ª CIA. Esta subunidade se empenhava com raro vigor, na conquista da linha LA SERRA COTA 958.

                Partira ela, ao ataque, na noite de 23 e, para cumprir a missão, necessitava  que funcionassem sem interrupção seus variados meios de transmissão. O sargento e o soldado de transmissão haviam baixado ao hospital. Entretanto a presença do soldado ISINO era uma garantia para que as transmissões não falhassem: tomou sob a sua responsabilidade exclusiva a integridade das ligações de rádio S.C.R 300 com o batalhão, S.C.R. 536 com os pelotões, e telefônicas com 6 pelotões de fuzileiros e petrechos. Toda vez que os bombardeios lançavam a procura de ponto de ruptura dessas linhas e imediatamente fazia as reparações indispensáveis. O desejo ardente de servir à causa de seu país superava toda a dificuldade e guiava as ações no ataque.

                A iniciativa, o ânimo forte brasileiro, o destemor, a noção perfeita do cumprimento do dever, a capacidade profissional, do soldado ISINO são exemplos de realce, que deve apontar a todos os quantos combatem neste setor da FEB.

Anúncios
  1. paulo paiva
    17/02/2012 às 6:06 AM

    Prezado Chico

    Gostaria de enviar um folder de meu livro “Pistóia, Quadra 28”, solicitando divulgação. Para tanto preciso de um e-mail. Pode enviar-me?
    Grato
    Paulo Paiva
    paivap50@gmail.com

  2. 17/02/2012 às 11:49 PM

    Orgulho da FEB! É incrível como pouco ou quase nada aprendemos sobre nossos heróis nas escolas, é vergonhoso como o governo do Brasil desdenha desses homens e mulheres que lutaram com bravura e honraram nossa bandeira no além-mar.

  3. josue ritz
    21/02/2012 às 10:48 PM

    realmente e uma vergonha o pouco caso que o governo brasileiro faz e sempre foi assim no livro senta apua pg 193 costa de dois oficiais brasileiros que apos cerem libertados de campos nazista pelos americanos forão a embaixada do brasil em paris pedir ajudae nao ativerão e forão recebidos com pouco caso. ISTO E VERGONHOSO.

  4. Valdelania Neumann
    14/11/2012 às 11:10 PM

    Caro Chico, sou neta do expedicionário Isino Neumann. Fiquei feliz por encontrar estas informações a respeito da história, tão forte, marcante e de enorme impacto . Parabéns pelo seu trabalho. Abraços.

    • 15/11/2012 às 9:16 AM

      Obrigado Valdelania,

      Sempre é um honra conhecer a família de heróis como seu avô! Abraços

  5. Eduardo Roberto Moreira
    17/10/2013 às 11:35 AM

    Prezado Chico,
    Sou filho de expedicionário (João Moreira) e eu pai participou das batalhas em MOnte Castelo e mais efetivamente em Montese, foi agraciado com a “CITAÇÃO DE COMBATE”.
    Ele faleceu no inicio da década de 60.
    Obrigado pro resgatar as fotos e fatos.
    Um forte abraço.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: