Início > Guerras, História > Visão Completa de um Ataque de Tropas Alemãs a uma Cidade Russa.

Visão Completa de um Ataque de Tropas Alemãs a uma Cidade Russa.


Hoje teremos a oportunidade de mostrar uma visão completa de um campo de batalha da Segunda Guerra. Uma visão do antes, durante e depois de uma invasão por tropas alemãs a uma cidade russa a partir de ângulos aéreos e terrestres.

Rua na Carcóvia

 

Pista de apoio.

 

A missão era registrar tudo em todos os ângulos

 

Inclusive o delocamento de tropas alemães

 

Anúncios
  1. Mauro Moriarty
    19/03/2012 às 12:15 PM

    Ainda hoje cultivamos uma ideia errada das cidades soviéticas, nos as vemos apenas como vitimas dos bombardeiros da Luftwaffen e da ocupação militar nazista, e ouvimos falar do imenso sacrifício do povo e exercito soviético sofrendo grandes perdas de vidas para mantê-las e reconquista-las, mas acredito que a parte mais nobre e valorosa de sua historia continua deixada de lado, talvez a recusa em perceber e aceitar sua verdadeira importância na historia da II guerra esteja ainda vinculada ao estigma que ainda paira sobre o comunismo que ainda subsiste mesmo após a extinção do mesmo, sempre relutamos em atribuir alguma relevância a grande contribuição oferecida pelo regime totalitário Soviético, a vitória sobre o Nazismo, não foi o único protagonista na vitória, mas certamente coube a eles o papel principal.

    E entre os inúmeros sacrifícios que tiveram que suportar o pior deles esteve em reconhecer a necessidade de colocar suas cidades como posições defensivas avançadas na linha de frente contra a ofensiva nazista, esta era sem dúvida a única resposta que os Russos encontraram para a superioridade da tática Alemã de combate a “Blitzkrieg” que representava uma grande concentração militar a ser empregada simultaneamente e rapidamente numa ofensiva que visava um objetivo estratégico decisivo para a vitória.

    A resposta Russa mostrou-se eficiente contra a tática Alemã, eles conseguiram estabelecer uma linha firme que começava do norte Lenigrado, percorrendo o centro do pais aonde situava-se a capital Moscou e terminando no Sul em Stalingrado, graças a importancia da capital ela foi preservada da destruição pela grande concentração de forças Russas que a defendiam mas Leningrado e Stalingrando seriam martirizadas, Leningrado teve de enfrentar um cerco famigerado até 1944, aonde a população civil que não foi evacuada sofreu a escassez de tudo do que necessitava para sobreviver, as baixas foram imensas mas as defesas eram fortes demais para serem superadas, em Stalingrado, transformada em objetivo estratégico por Hitler a ferocidade do ataque foi contido pela primeira vez pela defesa decidida, nessa batalha também verificou-se os limites da tática nazista, com a sua logística comprometida pelas distancias percorridas, os seus exércitos diluídos pela necessidade de segurar o inimigo num front muito extenso, a falta de reservas para a Wermacht e os resultados da produção excedidos pela demanda da necessidade cada vez maior de novas forças, limitaram muito a capacidade da Wermacht de organizar e desfechar Blitzkriegs em todos os fronts.

    E justamente nesse estágio da campanha Russa elas eram mais desesperadamente necessárias a fim de forçar uma decisão favorável, Leningrado, Moscou e Stalingrado, só poderiam cair através de uma operação de envolvimento conduzida por Blitzkrieg, em 1942 a ideia logica em virtude da escassez de recursos de que a guerra deveria ter sido ganha em 1941, caso contrário seria perdida, era uma realidade que cada vez mais a Wermacht precisava conviver (Realidade que parecia inapreensível para Hitler) , em 1941 a Wermacht tinha um bom plano de invasão o máximo aproveitamento dos recursos através de grandes Blitzkriegs partindo de grandes concentrações de forças reunidas, ataques rápidos em pontos estratégicos importantes com grandes forças dificilmente não colocariam a URSS de joelhos ainda nesse ano, mas Hitler indeciso modificava sempre o objetivo estratégico definido pela Wermacht, dispersando as grandes concentrações e diluindo as forças em contenção de linha cada vez mais dispersas, talvez seu erro mais contundente foi desviar as forças de Guderian, que se preparava para tomar Moscou, afim de participar da batalha por Kiev, que se redundou na maior vitória obtida em batalha pelo exercito Alemão, também ao meu ver foi a pior derrota estratégica, os Alemães ganharam a batalha mais perderam tempo, quando Guderian retorna ao front de Moscou vitorioso mas desgastado pela luta encontra o inicio do inverno e da contraofensiva Russa de Zukhov, para afastar a ameaça da capital Russa a oportunidade perdera-se definitivamente.

    Na segunda metade de 1942 encontramos Hitler comandante supremo do exercito, a exemplo do que fez em Kiev pelo trigo Ucraniano, sua orientação estratégica agora é econômica, sem duvida motivada pela tentativa de reabastecer os recursos perdidos no ano passado a fim de conseguir forçar a decisão na Rússia, e preparar-se para o desafio de enfrentar os EUA a quem havia declarado guerra, para a Wermacht do ponto de vista militar sua decisão foi desastrosa o exercito reunido representava o ultimo folego da produção militar Alemã e as ultimas reservas bem treinadas reunidas naquele ano, era natural para a Wermacht que as reservas fossem usadas contra objetivos mais realistas e próximos das linhas Alemãs ou Leningrado sitiada (Seu importante porto era usado agora para receber a ajuda aliada), ou Moscou, para a Wermacht o objetivo principal que quebraria a coordenação do comando Russo da condução da defesa do pais provocando o colapso da capacidade de resistir e ao mesmo tempo quebraria o moral da população civil.

    Mas a distante Stalingrado foi à escolhida, não uma escolha direta, Hitler queria os poços de petróleo do Caucaso, mas ataca-los implicaria em oferecer o flanco a fortes contra-ataques vindos de Stalingrado a decisão sensata seria abandonar esse plano pela escassez das forças envolvidas, então ele opta pela pior decisão possível e conduz o ataque aos dois objetivos simultaneamente ao Caucaso e Stalingrado, o Caucaso é terreno montanhoso e de fácil defesa, os Russos transformam Stalingrado numa fortaleza determinada a resistir, os Alemães incapazes de uma manobra de envolvimento ao estilo Blitzkrieg para cercar a cidade evitando que ela seja reforçada para depois toma-la, agora com a metade das forças que dispunham aceitam invadir a cidade e travar uma batalha de atrito por posições e assim vão perdendo o seu insubstituível 6º Exercito, numa tática que favorecia os Russos, mas não a eles, mas era a vontade de Hitler, sem conhecimento das dimensões das forças reunidas contra eles e incapazes de reagir a um envolvimento presos dentro da cidade, os Russos obtiveram sua grande vitória e não apenas capturaram o 6º Exercito, mas também destruíram o front Sul Alemão que só foi restabelecido graças a uma grande vitória de Manstein em Rostov contra o exercito vermelho, apesar disso o tempo das conquistas acabou e começou o de tentar manter-se sem recuos significativos diante do exercito vermelho, até quem sabe recuperar a iniciativa.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: