Início > Guerras, História > O Cemitério Militar Brasileiro

O Cemitério Militar Brasileiro


Os brasileiros mortos na Campanha da Itália, até Dezembro de 1944 eram sepultados nos Cemitérios de Tarquínia, Felônica e Vada. A partir de Janeiro de 1945, foram todos reunidos no Cemitério Militar Brasileiro numa área adquirida pelo nosso governo, na localidade de Pistóia.

            Juntamente com os valorosos expedicionários do Brasil, jaziam até alguns anos atrás os despojos de 40 militares alemães, recolhidos na zona de combate pelo Pelotão de Sepultamento da FEB.

            Os números dos brasileiros vitimados na Campanha da Itália são os seguintes:

            Feridos em ação……………………………………………………………………………. 1.577

            Mortos em ação, incluindo os desaparecidos…………………………………….                401

            Mortos em acidentes diversos(veículos,minas,arma de fogo, afogamento)   60

            Mortos por doença…………………………………………………………………………    4

            Morto por assassinato…………………………………………………………………….     1

            Morto por suicídio…………………………………………………………………………     1

Observação: dos 467 mortos, 13 eram Oficiais do Exército, 8 oficiais da FAB e 442 Sargentos e Soldados do Exército.

            Posteriormente, os restos mortais foram trasladados para o Brasil e estão no Monumento aos Mortos da 2ª Guerra Mundial, que foi erguido na cidade do Rio de Janeiro e inaugurado em 24 de Janeiro de 1960, que foi idealizado pelo Gen Mascarenhas de Morais, e fica localizado no Aterro do Flamengo.

            Houve um único caso de deserção, o soldado B.L., que não mais foi incluído na FEB por ter cometido suicídio no acampamento de Lucky Strike, em Saint Valery – França onde foi sepultado.

            No local foi construído o Monumento Votivo Brasileiro, mantido até hoje sob os cuidados de  Mário Pereira, filho do Veterano Miguel Pereira ex-combatente da FEB, que após a guerra permaneceu  em solo italiano, para cuidar daquele pedaço de  terra  brasileira, cravada na Região da Toscana.

Soldado não identificado

Anúncios
  1. paulo paiva
    11/03/2012 às 8:11 AM

    Já disse aqui, mas acho que é pertinente repetir. Nos últimos 28 anos, nenhum presidente brasileiro depositou uma flor sequer no Monumento de Pistóia ou no Monumento aos Mortos, do Rio de Janeiro. No entanto, os Srs. Fernando Henrique, Lula da Silva e Dilma Rousseuf prestam homenagens aos “mártires” de Cuba, Venezuela e outros mais. Este é o governo petralha que está destroçando o país.

  2. 11/03/2012 às 9:42 AM

    O Sr Fernando Henrique foi um péssimo presidente. O Sr Lula acoitou um terrorista italiano e a Sra Dilma só foi eleita porque seu cabo eleitoral foi o Presidente Lula.

  3. Marcos Roberto Marquesini
    14/03/2012 às 6:48 PM

    Todos os presidentes do Brasil nao tem mémoria para lembrar, Isso é falta de consideração e respeitos dos soldados brasileiros mortos que lutaram bravamente contra alemães e italianos.

    Entre outros países da europa e EUA, presidentes de vários paises visitam todos os anos aniversario no dia D na França.

    E o Brasil? Nada…….

  4. Edson José Teixeira Barros
    09/06/2014 às 2:05 AM

    Os restos mortais dos soldados alemães ainda estão lá ou foram trasladados para seus paises.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: