Início > História > O Avião ME-262 e os Mísseis V de Hitler.

O Avião ME-262 e os Mísseis V de Hitler.


Em maio de 1943, o professor Willy Masserschmitt projetara o caça a jato bimotor ME-262 para ser produzido em série. Sua velocidade de cruzeiro era de 520 milhas por hora, cerca de 120 milhas por hora mais rápido do que qualquer avião que os Aliados podiam mandar para seu encalço, e comportava quatro canhões de 30mm. O Reichmarschall Herman Goering queria o avião, mas tinha de obter a aprovação de Hitler. Hitler havia sido importunado inúmeras vezes pelas promessas de Goering, e só em dezembro de 1943 ele pôde ver uma demonstração das possibilidades do 262. Hitler ficou impressionado, mas queria um bombardeiro para atingir Londres, não um caça para defender a Alemanha. Goering assegurou-lhe que o 262 podia ser modificado para transportar bombas, pelo que Hitler mostrou grande entusiasmo pensando no que o bombardeiro a jato poderia fazer a Londres e aos desembarques antecipados das forças aliadas na França.

Goering, como de costume, não tinha conhecimento do que estava falando. Messerschmitt não podia converter um caça em bombardeiro, e um avião a jato maior estava exigindo demais da tecnologia. Por isso ele ignorou a ordem de Hitler e a fábrica Messerschmitt começou a produzir o 262, num total de cerca de 120 em abril de 1944. Ao receber esta notícia Hitler estimulou Goering e deu-lhe severas ordens de que não só o 262 não devia ser construído como caça, mas que ninguém se referisse e ele como tal – ele devia ser conhecido como bombardeiro relâmpago.

 Durante os seis meses seguintes, Messerschmitt tentou bravamente fazer de uma caça um bombardeiro. Não chegou a lugar nenhum. Finalmente, em novembro de 1944, Hitler autorizou a formação do primeiro esquadrão de caças a jato. Mas naquela ocasião o sistema de transporte era uma mixórdia, a força de pilotos de caça fora reduzida, e as fontes de combustível se exauriram. A Luftwaffe nunca conseguiu mais que uma força inexpressiva no ar antes que as coisas se fizessem em pedaços.

 Os alemães construíram mais de 1000 ME-262, mas só nas últimas 06 semanas da guerra chegaram a ter 100 voando.

 Isso refletia exatamente o desejo de Hitler de bombardear Londres. Essa quase inconsequente vocação determinou a criação dos mísseis balísticos. As Vergeltungswaffen (armas vingativas) eram projetadas para serem não-tripuladas, mas causaram pouco estrago de fato, muito embora causasse terror entre os ingleses e esse foi o principal motivo de coloca-la em produção. Os V-1 e V-2 eram armas para causar pânico.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: