Arquivo

Archive for 17/05/2012

Notícias do Posto de Comando – 17 maio 2012

 Pessoal vamos inaugurar uma espaço para as notícias de interesse geral para historiadores, escritores, aficionados, estudiosos, pesquisadores,  Forças Armadas, professores, modelistas, associações, confrarias e etc.

Se você quer divulgar, pode enviar email para blogchicomiranda@gmail.com. Teremos o maior prazer em postar aqui. E o que melhor, “de graça”, desde que seja de interesse geral.

NOTÍCIA

LANÇAMENTO DO LIVRO

Título: Torpedo, o terror no Atlântico

Autor: Marcus Vinicius

Tema – O tema central é o torpedeamento dos navios mercantes brasileiros por submarinos do Eixo durante a Segunda Guerra Mundial. Há também uma abordagem do patrulhamento do Atlântico Sul feito pela Marinha do Brasil e pela recém-criada Força Aérea Brasileira.

Formato projetado – 16 x 23 cm

Nº de páginas – 286

Ilustrações – 79 fotografias

Capa – ilustração a cores

Preço – R$ 50,00 com frete postal incluso

O Autor enviou convite para o BLOG para o lançamento do livro. Agradecemos e oporturnidade e divulgação esse importante trabalho para a historiografia brasileira.

Contato com o autor:

mv.arantes@hotmail.com

NOTÍCIA

Comunidade do Orkut

 Para aqueles que acham que o Orkut está acabado, pois ainda é o melhor para debates e exposição de ideias. E uma das comunidades que queremos promover através de um debate responsável sem tendenciosismo, mas principalmente centrado em um argumento histórico é a de Adolf Hitler – Biografia ®. Se você tem ou pretende ter uma visão histórica sobre Hitler, sua obra e sua vida, sem qualquer tendência filosófica ou ideológica, mas puramente Histórica, pode entrar nessa comunidade que você não vai se arrepender.

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=122206981

NOTÍCIA

Dia 24 de maio

Para aqueles que não sabem, no dia 24 de maio é dia da Infantaria e o BLOG tá trazendo uma homenagem aqueles que são exemplo de coragem.

NOTÍCIA

Indicação de Livro e Artigo

Coronel Lima Gil indicou e eu estou lendo e adorando, o livro é O OUTRO LADO DA COLINA, escrito por ninguém menos que o historiador estrategista Liddell Hart, expondo de forma brilhante a visão dos generais germânicos sobre a Segunda Guerra.

Um excelente artigo sobre o livro é do BLOG do Júlio César, Sala de Guerra, confiram:

http://saladeguerra.blogspot.com.br/2009/09/livro-o-outro-lado-da-colina.html

 

Categorias:Guerras, História

O Pai da Blitzkrieg? Uma Visão dos Blindados

Hans von Seeckt foi nomeado para o cargo de chefe do Reichwehr da República do Weimar, que era o Exército de Defesa da Alemanha, segundo o Tratado de Paz de Versalhes. Esse Exército estava reduzido a um efetivo de 100 mil homens, sendo 4000 oficiais e 96 mil praças e constituía a única força autorizada a manter a defesa do território alemão após 1919.

Seeckt realizou uma prodigiosa mudança no comportamento e na qualificação da tropa, realizando um treinamento profissional desse efetivo, mesmo sob as severas imposições do Tratado. Ele foi um dos primeiros generais a lançar as bases para a Blitzkrieg, defendendo a especialização de unidades relativamente pequenas, mas empregada com grande mobilidade nos campos de batalhas contra grandes efetivos de tropas inexperientes e mal formadas. Esse pensamento revolucionário deixava de lado o conceito de guerra estática e tornava evidente a criação de uma nova metodologia de combate. Para ele, os grandes efetivos de conscritos eram um enfardo desastroso para as futuras batalhas, pois os jovens seriam mais bem utilizados para os fins da guerra, trabalhando na indústria e fornecendo material bélico de primeira linha para os soldados profissionais. Outro efetivo, menos experiente, poderia ser utilizado como tropa de ocupação e reservas, buscando um aprimoramento e adquirindo a experiência necessária para entrar na linha de frente.

Contudo dois elementos importantes ficaram de fora da análise de emprego de tropas, segundo os conceitos que seriam empregados pelos alemães durante a Segunda Guerra, a utilização da aviação contra tropas inimigas, o que, para Seeckt, a Força Aérea deveria ser empregada especificamente para neutralizar a aviação inimiga e não na ofensiva contra tropas em solo. Um segundo conceito era a utilização de blindados para alcançar a mobilidade necessária nos campos de batalha. Nesse último caso, coube ao general Heinz Guderian a consolidação e aperfeiçoamento das técnicas de emprego de blindados na composição de uma guerra ofensiva de alta mobilidade que ficou consagrada como “Guerra Relâmpago”.

Portanto vamos verificar nas fotos abaixo alguns blindados que foram criados para alcançar a mobilidade ignorada por Seeckt e aperfeiçoada por Guderian, cujo o resultado já é notório para a História.

Fonte: O outro lado da Colina – Liddell Hart

%d blogueiros gostam disto: