Início > Mais Assuntos > Um Soldado de Infantaria – SEMPRE!

Um Soldado de Infantaria – SEMPRE!


 Particularmente não poderia deixar de publicar a inestimável contribuição desse SOLDADO DE INFANTARIA DA POLÍCIA DO EXÉRCITO, PE Bendl, diga-se de passagem 07-29 (Quem é PE SABE!), enviou o comentário sobre o Dia da Infantaria e, mesmo que alguns não entendem o verdadeiro valor da Infantaria, essa tem por premissa honrar o sangue derramado dos nossos antepassados na defesa da terra e dos nossos valores. Essa é a INFANTARIA!

——————-

Imensa formação de brancas cruzes, Desfile mortuário de fantasmas, Exótico mercado de miasmas, Exposição de ossadas e de urzes… Calado e mudo queda-se o canhão, Apenas trevas cobrem a amplidão, Que outrora foi um campo batalha… Calada e muda queda-se a metralha, É morta na garganta a voz do obus, O sabre traiçoeiro não reluz Dilacerando, ensangüentado a terra… A paz voltou, é terminada a guerra. Os heróis tombaram das alturas, Os covardes e os bravos olvidados, Seus feitos aos livros relegados, Nada mais resta, apenas sepulturas. E eu? Quem sou? Perguntam eu quem sou? Pois bem, eu lhes direi: sou um soldado, Igual a qualquer outro que avançou, combateu, foi derrubado. Cruzes iguais… Terrivelmente iguais… Exército que cresce mais e mais, No festim diabólico da morte. Aqui jaz o covarde. Ali o forte. Aqui dorme um estranho. Ali estou eu… Mas ninguém sabe como ele morreu… Não se lembram do campo de batalha, Nunca ouviram o riso da metralha… Não sentiram tremer o corpo inteiro Ante o rugido brutal de um morteiro… Não viram a cor dos olhos do inimigo. Não sentiram o medo do perigo, Que vos faz desejar a morte breve. Nunca sonharam. Nunca, nem de leve. Mas… Nem todos se esqueceram do soldado Que está longe, bem longe sepultado… Mamãe, minha boa mãe, se tu soubesses Que tua imagem adornei com flores, Que tuas flores foram minhas preces, Preces colhidas no jardim das dores… Minha querida mãe, se te contasse O medo que senti sem teu carinho, Um medo horrível de morrer sozinho. Medo mesmo que o medo me matasse… Mas deixei meu abrigo e avancei Julgando ver a morte a cada passo Ao ouvir o sibilar de um estilhaço… Parei… Pensei em ti… Continuei… Minha querida mãe se te dissesse Que quando derrubou-me uma granada Atirando-me na terra enlameada, Foi por ti que chamei desesperado. Por um momento deixei de ser soldado E fui novamente uma criança Sentindo na morte a esperança De ainda adormecer no teu regaço. Mamãe. Matou-me um estilhaço… Minha querida noiva, por que choras? Relembras por certo as boas horas Que passamos juntos. Só nós dois… Íamos casar. Lembra-te ? E depois… E depois uma casa retirada. Cortinas nas janelas enfeitadas, Tu me esperando… eu vindo do quartel… A nossa casa um pequenino céu, Aberto a vinda de um herdeiro… Meu sonho, meu sonho derradeiro, Foi de beijar-te antes de morrer. Mas ao golpe frio da granada, Beijei apenas a terra ensangüentada. Mamãe, minha noiva, aqui se encerra Uma história de sangue, esta é a guerra. Não chorem. Tudo é terminado Rápido como coisa de soldado… Mas mamãe… Se novamente a pobre humanidade Mais uma vez em busca da verdade Rufar seus tambores sobre a Terra Anunciando mais sangue e outra guerra, Se outro filho a Pátria te exigir, Sem lágrimas mamãe, deixe-o ir… Embora te destrua o coração, Ainda que te alquebre a agonia Faça-me um favor mamãe, Peça a esse irmão, Para que seja também da INFANTARIA !

PE Bendl e PE Cassal

Exemplo dos Valores da Infantaria Sargento Rigoberto Souza – 11º Regimento de Infantaria da Força Expedicionária Brasileira

 

Anúncios
Categorias:Mais Assuntos Tags:
  1. Francisco Bendl
    25/05/2012 às 6:28 PM

    Jamais pensei em me ver na Internet e no melhor Blog sobre a História existente!
    Obrigado pela deferência, caro amigo.
    E não vamos deixar que a população brasileira esqueça dos feitos heróicos do nosso glorioso Exército, ainda mais através da Rainha das Armas, a nossa INFANTARIA!

  2. Gustavo
    26/05/2012 às 1:07 PM

    oi,eu achei na internet 197 fotos em cores da alemanha nazista,que na epoca foram publicadas pela revista life,nao sei se tem problema ou se vc quer colocar no blog,mas vou mandar o link pra quem quiser ver,sao muitas fotos,todas bem legais,abraço.

    http://pt.scribd.com/doc/12588702/Nazi-Germany-Color-Photos-from-LIFE-archive

  3. Rigoberto
    26/05/2012 às 7:22 PM

    Mestre Chico,
    temos a sorte de podermos desfrutar do convívio com Infantes que estiveram na 2ª Guerra, fazendo parte da gloriosa FEB, e podemos reviver um pouco deste entusiasmo na quinta passada no 14 BIMtz. Momentos que ficam marcados para sempre.
    Saudações FEBianas

  4. Mario Viana da Silva Botelho.
    28/05/2012 às 3:30 PM

    Nobres irmãos de armas.
    Venho parabeniza-lo pelo lindo exemplo de amor ao E.B. E as tradições e valores da nossa FEB. e com certeza muitos vão aderir esse espírito imortal de Antonio de Sampaio gloriso patrono da INFANTARIA, Seu sacrifício não foi em vão, aqui estamos para seguir seus princípios de determinação, coragem, dever e honra. Salve a P. E.
    Forte abraço.
    Botelho. Sgt Inf Res.
    Pres. ASARESFA/PE.
    Começamos nos montes Guararapes.
    BRASIL! NÓS SOMOS A PÁTRIA.

  5. 06/06/2012 às 12:48 AM

    Gostaria de fazer somente um comentário a respeito do texto acima. Acho não , tenho certeza que já vi uma letra parecida com esta, ou seja , uma poesia Gaucha chamada “Cemitério de Campanha” de autoria de Jaime Caetano Braum. Nota-se que foi adaptada para infantaria, ou seja um plágio. Espero que o autor desta reconheça a semelhança.

    • Mário Viana da Silva Botelho
      15/02/2014 às 11:17 AM

      Grande Itaccir não tentei fazer plágio nenhum apenas reconhecer e valorizar o trabalho acima coisa que poucos fazem., creio que foi apenas coincidência ou semelhança.
      BRASIL! NÓS SOMOS A PÁTRIA.

  6. 06/06/2012 às 1:11 AM

    Itacir Rodrigues de Campos :
    Gostaria de fazer somente um comentário a respeito do texto acima. Acho não , tenho certeza que já vi uma letra parecida com esta, ou seja , uma poesia Gaucha chamada “Cemitério de Campanha” de autoria de Jaime Caetano Braum. Nota-se que foi adaptada para infantaria, ou seja um plágio. Espero que o autor desta reconheça a semelhança.

    Se me equivoquei desde já peço desculpas.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: