Início > Guerras, História > O “Fritz” Cansado de Guerra!

O “Fritz” Cansado de Guerra!


Os nazistas são sabidamente arrogantes e presunçosos! Hitler conseguiu acrescentar-lhe mais uma outra característica: um fanatismo doentio!

Por isso não nos surpreendiam os prisioneiros que nos chegavam cobertos de condecorações, batendo os calcanhares e saudando-nos com o seu “famoso”: HEIL HITLER!

Entretanto, a fome, a bala, e, sobretudo, a baioneta não fazem graça para alguém rir! E os homens de Hitler, que ficavam calmamente atrás de suas metralhadoras, guardados por fortes abrigos, esperando sorridentes a aproximação dos nossos soldados para ceifá-los, começava a sentir o peso da derrota. E lá veem os prisioneiros alemães, mãos cruzadas na nuca, submissos, humildes, “inocentes”!

 

Certo dia, porém, assistíamos o tenente Renato Gonçalves proceder a interrogação de uma leva de prisioneiros. O oficial de informações do Batalhão manda sair um deles já interrogado e entrar outro. A porta se abre bruscamente e entra um alemão de meia idade, risonho e satisfeito, gritando alô! Alô volvendo-se ora para um ora para outro de nós.

 

Dissemos ao nosso soldado intérprete que chamasse a atenção do prisioneiro para que se portasse convenientemente. Que ele se achava num Posto de Comando brasileiro, local ao qual ele devia muito respeito e consideração.

 

O prisioneiro, toma uma atitude respeitosa e pede para intérprete que nos diga que começou a guerra na Polônia; foi para a África, onde arrostou todo aquele vai e vem de Rommel; viveu nos desertos; retirou-se para Itália, e vem de léo e léo, sempre para trás, para trás, sofrendo derrotas e mais derrotas, a munição escasseando cada vez mais; por último, vem comendo o que consegue no local! E lá se vão cinco anos! E os senhores sabem o que foram cinco anos de guerra?  Pergunta o Alemão. Sem notícia da família havia mais de uma ano, assombrado por desilusões, desenganados, sofrimentos!

 

Bem podíamos avaliar! Essa guerra termina hoje pra mim! Não vos estou desrespeitando, mas, me sinto muito e muito alegre, concluiu o “Fritz” impando de vera satisfação.

Fonte: Crônicas de Guerra – Coronel Olívio de Gondim Uzêda

 

 

 

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: