Início > Guerras, História > Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega – Um Marco!

Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega – Um Marco!


O Aspirante Francisco Mega morreu durante os duros combates na Batalha de Montese em abril de 1945. Atualmente o jovem Aspirante é um dos principais exemplos de liderança em combate do Exército Brasileiro. A Associação da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco possui como principal honraria a Medalha Aspirante Mega que, em conjunto com a Medalha Pracinha Antônio Vieira, formam os baluartes dessa regional.

No ano passado, em conjunto com o atual vice-presidente Rigoberto Souza, vislumbramos a ideia de formar um Grupamento Histórico que pudesse representar os nossos Veteranos. Esse grupamento seria formado por militares da ativa e da reserva que, indicados e de forma voluntária, pudesse compreender a nobre missão de representar o contingente da Força Expedicionária Brasileira com fidelidade histórica e a marcialidade de uma tropa da ativa.

O projeto passou a ser concebido a partir da incorporação de elementos da Associação SEMPRE POLÍCIA DO EXÉRCITO (ASSPEx), entidade que reúne militares da ativa e da reserva e veteranos da Polícia do Exército, e não poderia haver contingente mais preparado para a missão, pois o Policial do Exército tem por notoriedade a marcialidade e a disciplina, com a mística UMA VEZ PE, SEMPRE PE, tornar-se-á o perfeito efetivo para compor o Grupamento. Como o presidente da Associação SEMPRE PE estava envolvido no projeto, como colaborador da ANVFEB-PE, ficou fácil a formação do contingente que iria formar o Grupamento Histórico.

Em seguida foi realizado um estudo histórico sobre os uniformes utilizados pela Força Expedicionária Brasileira na campanha da Itália, para tanto, eram necessários pesquisas em diversas fontes, inclusive fontes estrangeiras, realizadas com o apoio do Coronel Lima Gil, Francisco Miranda, Mário Messias e Rigoberto Souza, todos envolvidos por literaturas e fotos para embasar de forma consistente a utilização dos vários tipos de uniformes utilizados pela FEB, e que poderiam ser adotados pelo Grupamento Histórico.

Escolhido o uniforme, conseguimos através do vice-presidente da SEMPRE PE, Belarmino, uma empresa que assegurou um protótipo que serviria de modelo para ser avaliado com os detalhes históricos necessários.  O modelo foi apresentado em reunião formal da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco,  para que os próprios Veteranos pudessem testificar a veracidade e a fidelidade dos uniformes utilizados por eles. Ajustes foram necessários, mas resultado final impressionou a todos os presentes na Reunião, pela fidelidade histórica. Mais uma importante etapa concluída.

O próximo passo seria a oficialização do projeto junto às organizações militares. E fomos em busca do apoio da 7ª Região Militar, externando o projeto ao Sr. Coronel Edivaldo, Chefe do Estado Maior da Região Matias de Albuquerque, que vibrou com a ideia. No tramite apoiado pelo Coronel, a ANVFEB-PE oficializou o projeto através da assessoria cultural, a cargo do Coronel Romero, que despachou diretamente com o General Aguiar, seguindo para conhecimento do Comandante Militar do Nordeste. Nesse momento surge o apoio, mais que importante, do Coronel Medeiros Júnior, Assistente do Comandante Militar do Nordeste, que nos aconselhou a buscar o reconhecimento da ANVFEB-RIO, na formalização com o objetivo de padronização para uma possível abrangência nacional. Procuramos o Presidente da Associação dos Veteranos da FEB no Rio, através do Tenente Israel Blajberg, chegamos ao General Rosendo, atual presidente ANVFEB, e como bom conhecedor dos propósitos da nossa regional, consolidou a autorização junto ao General Bezi, Comando Militar do Nordeste. O caminho estava completo.

 O treinamento do Grupamento Histórico foi um grande exemplo de colaboração e integração. Através do apoio do Coronel Ricardo Pereira de Araújo, o Grupamento passa a trainar com toda a logística e apoio do 4º Batalhão de Polícia do Exército que. Também contribuíram para a missão o Major André, como Oficial de Ligação e o Sargento Torre das Relações Públicas.

Próximo de 07 de setembro de 2012 entrará para história dessa regional como um marco na preservação da Memória da Força Expedicionária Brasileira. Esse Grupamento Histórico não é mérito de um ou dois homens, mas é mérito de todos que buscaram, apoiaram e se comprometeram com o objetivo de preservação de uma parte importante da História do Exército Brasileiro.

O Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega (GHAFM), estará presente todas as vezes que a memória de seu Patrono for lembrada. Esse é o principal agente motivador que faz com que essa ideia se materialize nos uniformes históricos ostentados por esse grupamento.

Nossos agradecimentos:

  1. General Rosendo – Presidente da ANVFEB
  2. General Benzi – Comandante Militar do Nordeste
  3. General Aguiar – Comandante da 7ª Região Militar
  4. Coronel Edivaldo – Chefe do Estado Maior da  7ª Região MIlitar
  5. Coronel Romero – Assessor Cultural da 7ª Região Militar
  6. Coronel Medeiros Júnior – Ajudante de Ordens do Comandante Militar do Nordeste
  7. Coronel Ricardo – Comandante do 4º Batalhão de Polícia do Exército
  8. Coronel Castilho – Diretor do Parque de Manutenção Regional
  9. Coronel Lima Gil – Colaborador da ANVFEB-PE (realizando curso no exterior)
  10. Tenente-Coronel Monteiro – Produtos Controlados
  11. Major Antoine – Comandante da 2ª Companhia de Guardas
  12. Major André – Relações Públicas 4ºBPE
  13. Tenente R/2 Israel Blajberg – ANVFEB
  14. Sargento Torre  – Relações Públicas do 4º BPE
  15. Sargento José Aguinaldo – Membro da ASSPEx
  16. Cabo Sérgio e Equipe de Banda – 4º BPE

E a todos os que fazem a Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira.

Anúncios
  1. 04/09/2012 às 1:37 PM

    Parabéns!!! Muito boa a matéria!!! Sou fã da segunda guerra e coleciono figuras 1/6! muito boas as fotos para referências.

  2. willasmar medeiros
    28/09/2012 às 5:51 PM

    poderia eu como civil adquiri pecas de vestuario da feb? tendo em vista que e praticamente impossivel encontrar algo similar no mercado

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: