Anúncios
Inicial > Artigos e Especiais, Monte Castelo > Tomanda de Monte Castelo – Uma Pequena Reflexão

Tomanda de Monte Castelo – Uma Pequena Reflexão


A Ideologia política, partidária, filosófica ou qualquer outra é como bebida alcoólica, tem que ser usada com moderação. Os extremismos ideológicos talvez sejam os agentes que impulsionaram o mundo para o caos desde os tempos imemoráveis. Infelizmente, de um modo geral, a humanidade ainda busca esse equilíbrio para aplicar determinadas ideologias sem sufocar outras. Alguns povos, partidos políticos e pessoas, ainda tem dificuldade para aceitar a coexistência ideológica. Podemos citar o Bolchevismo da Revolução Russa de 1917 e sua aplicação prática, principalmente através do ditador Stálin, que implementou uma dura política de destruição completa de outras ideologias consideradas incompatíveis com a do Estado. Hitler, obviamente, seria outro exemplo do extremismo ideológico. Em seu discurso durante a campanha presidencial de 1932, declara que não tem pretensão de adotar o multipartidarismo ou outra ideologia diferente do nacional-socialismo, pois seu objetivo era acabar com todas as ideologias partidárias existentes.

Esta exposição, guardada as devidas proporções, nos leva a uma reflexão sobre nosso cenário político. É evidente o esforço dos vários setores do governo para enfraquecer ou dizimar qualquer tipo de visão ideológica que se diferencie da percepção petista de mundo. Especificamente sobre a percepção da Presidente Dilma, ela já deu várias demonstrações que não consegue dialogar de forma ponderada com outros segmentos opositores, e que ainda guarda, de forma travestida, os mesmos pensamentos pseudo-revolucionários dos movimentos estudantes que tentaram instalar um regime de exceção no país.

E o que isso tem haver com a Tomada de Monte Castelo? A conquista militar que completa 69 anos é um, em vários outros eventos, que o Governo atual esmera esforços para que o povo brasileiro não tome conhecimento. Basta lembrar a proibição explícita do governo para não haver referência nos aquartelamentos aos eventos ocorridos em 31 de março 1964. A Tomada de Monte Castelo é um feito do Exército Brasileiro e do Povo Brasileiro. Muito sangue nacional foi derramado para que este Monte figurasse como uma conquista brasileira. É importante que se faça referência aos mortos em Monte Castelo, pois a bravura do soldado brasileiro esteve acima de qualquer erro de comando ou importância estratégica dos Aliados para aquele Teatro de Operações e é inquestionável. Monte Castelo, por maior ou menor importância que se possa dar, tem em cada centímetro de terreno conquistado a marca da bravura da mistura das raças que se fizeram presente neste feito militar, tanto quanto nas Batalhas dos Guararapes, marca de formação do senso de nação. Por isso, é importante que os jovens desta geração possam ter conhecimento do sacrifício de vidas brasileiras na Itália. E que nenhum governo transitório pode renegar as raízes de honra e entrega sacrificial que nossos soldados deram para elevar a Bandeira do Brasil, que é infinitamente mais altiva do que qualquer bandeira de partido político ou ideologia.

Conclamamos todos que são conhecedores dos feitos dos brasileiros no Teatro de Operações da Itália – refiro-me ao sacrifício daqueles que lutaram na Itália, não apenas os mortos, mas também aqueles que deixaram parte de sua juventude nesta campanha – que possam sempre que possível fazer referência à participação brasileira na Segunda Guerra Mundial e não deixar que a ideologia de um governo transitório ignore a história do nosso Exército, pois a História do nosso Exército é a História do nosso próprio povo, com todas as suas perfeições e imperfeições. E que os 69 anos da Tomada de Monte Castelo possa residir de forma permanente na memória do nosso povo.

Anúncios
  1. job
    22/02/2014 às 1:54 PM

    Chico, o Blog voltou? pelo que eu sabia vc tinha dito que iria suspender as atividades do BLOG???

    • 22/02/2014 às 2:27 PM

      Olá JOB,

      Voltou na medida do possível. Estou com minha filha se recuperando de uma pneumonia no hospital e comemoramos os 69 anos da Tomanda de Monte Castelo, portanto porque não escrever alguma coisa sobre a data? Sempre que possível, não deixarei de atualizá-lo, mas sem a prioridade de antes. Abraços!

  2. Francisco Bendl
    23/02/2014 às 8:16 AM

    Meu caro Xará, de Recife, e meu irmão de armas, da PE,
    Felicito o teu retorno, em princípio.
    Meus desejos de melhoras imediatas à tua amada filha, que ora se recupera de uma pneumonia, conforme informaste acima.
    Certamente ela em seguida estará de volta ao lar e nos braços da mãe e do pai, com a Graça de Deus!
    Quanto à analogia que fazes, e com muita propriedade, a respeito da Tomada do Monte Castelo, e os esforços que estão fazendo para que a população esqueça dos feitos do nosso glorioso Exército, é uma verdade apodítica, indiscutível.
    E vou ratificar o teu artigo, Chico:
    Há poucos dias, em Petrópolis/RJ, com a presença da ministra dos Direitos Humanos, uma inútil na função, haja vista jamais ter se preocupado com as mortes dos presos em Pedrinhas, MA, realizou-se evento para assinalar a desapropriação de um prédio identificado como centro de tortura. No final da cerimônia, um coral cantou – adivinhe o quê? nosso Hino Nacional? não – o hino da Internacional Comunista, peça musical de fervor revolucionário que chegou a ser hino oficial da URSS durante décadas. Cumprindo a tradição, a performance foi acompanhada e aplaudida por uma plateia de punhos cerrados e erguidos. Ninguém desafinou. Nem vaiou.
    Numa hora dessas eu me encontro milhares de quilômetros longe, no meu Rio Grande do Sul, pois eu teria tomado uma atitude de PATRIOTA E BRASILEIRO e teria impedido esta ofensa, este escárnio ao País e povo brasileiro!
    POUCO ME IMPORTARIA se eu fosse preso – aliás, acredito que eu teria apoio de boa parcela da população do meu Brasil -, mas eu tomaria uma atitude radical de impedir que cantassem esta canção comunista que nos agride, que nos ofende, haja vista que esses TRAIDORES DA PÁTRIA vivem nababescamente bem e em democracia, que podem ir e vir, que têm seus direitos individuais e coletivos preservados, que votam, que possuem direitos, mas, pelo que se constata, NENHUM DEVER PARA COM ESTA NAÇÃO!
    A verdade é que o povo está sendo usado criminosamente à implantação do comunismo/socialismo no Brasil.
    Derrotados em 64, voltam agora para retomar a intenção do passado, abortada pelos militares para que não tivéssemos uma ditadura de esquerda, à lá Fidel Castro, que atualmente recebe DOIS BILHÕES DE REAIS para construção do porto de Mariel, em Cuba!
    Pouco importa a esta gente torpe, que mais dá importãncia ao partido e enaltecimento de seus dirigentes petistas, se o Brasil possui áreas extremamente carentes, necessitando de verbas às suas melhorias. A questão é ajudar o sanguinário Fidel a reconstruir um país que este destruiu com seu regime de terror e mortes, que perdura há mais de cinquenta anos!
    O PT está conseguindo que o povo perca a sua identidade nacional, que se identifique com a sua terra, com o Brasil, suas tradições e História!
    E, a forma como vem obtendo êxito nesta intenção de nos transformar em comunistas, é muito simples:
    O ANALFABETISMO AUMENTOU!
    CRIMINOSAMENTE este governo negligenciou a Educação e Ensino propositadamente, de modo a implantar o regime que pretende sem a reação popular, pois analfabeta e também analfabeta funcional (só sabe ler e assinar o nome, mas não consegue entender qualquer texto), torna-se muito fácil iludir, enganar, mentir, divulgando ao povo que a preocupação é com o “social”.
    Definitivamente estamos vivendo um momento delicado e perigoso ao futuro brasileiro.
    Do jeito que estamos sendo governados e com o Brasil dividido em razão da ideologia retrógrada deste governo mal intencionado, Economia estagnada, Educação, Saúde, Segurança, Infraestrutura e Saneamento sem investimentos, mas havendo gastos exagerados e desnecessários com a construção de estádios à Copa, e vultosas verbas destinadas ao amigo íntimo Fidel Castro, antevejo um quadro caótico este ano, que se soma ao evento internacional as nossas eleições.
    Importante e pontual artigo, Chico, que, espero, o pessoal leia e se dê conta do que estão querendo fazer conosco, com o nosso Brasil e com o povo desta terra.
    Um forte abraço.

    • 23/02/2014 às 8:53 AM

      Obrigado meu Xará!

      Esse caso da canção da internacional comunista é revoltante! Obrigado pelo brilhantismo na exposição.

      Um forte abraço.

  3. Luiz H. S. Valente
    23/02/2014 às 2:44 PM

    Chico, não duvida das palavras do teu xará! Se bem o conheço, tenho certeza de que cumpriria a promessa! E, se estivesse ao meu alcance, eu cerraria armas junto a ele, pois se ele defender uma causa, certamente é por que ela é justa, e eu o seguiria de olhos fechados! Melhoras à tua filha!

  4. Francisco Bendl
    23/02/2014 às 3:23 PM

    Meu caro amigo Luiz, de Três de Maio, RS,
    Alegro-me que tenhas postado uma mensagem neste blog extraordinário.
    E, de fato, eu teria chutado o balde se eu tivesse ouvido um hino que não fosse o nosso!
    Tenho reiteradamente escrito sobre esta divisão do País que os petistas estabeleceram:
    De um lado quem os apóia, quem rasga a sua cidadania brasileira e dá lugar ao enaltecimento do partido e endeusamento de seus filiados, principalmente de seus dirigentes e criminosos presos condenados pelo mensalão e, do outro, quem abomina essas gestões que há doze anos instituíram a corrupção e a desonestidade.
    Sinto que estamos perdendo a nossa identidade como povo, que estamos sendo arrastados para uma aventura extremamente perigosa, que nos possibilita imaginar um futuro próximo à base de conflitos, badernas e até mesmo mortes.
    Lamentavelmente, temos apenas uma forma de alterar essa administração: o voto.
    Considerando a população analfabeta, os incultos e incautos, mais os sectários, a luta vai ser ferrenha para se ir ao segundo turno, pelo menos e, então, a chance de vitória.
    Mas eu me preocupo, sim, com o avançar dessa ideologia retrógrada abraçada pelo PT, que estabelece a luta de classes, a mentira, a ilusão, que pretende se adonar do poder e deste País de forma permanente.
    Luiz, um forte abraço.

  5. 24/02/2014 às 4:54 AM

    Chico, desde o princípio até a última façanha, pode contar comigo. Melhoras ao Mentor&Guerreiro que prezo muito! A Cobra Fumou e a Onça vai beber água! ( mensagem cifrada da resistência!) Grande Abraço.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta para Luiz H. S. Valente Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: