Arquivo

Posts Tagged ‘blog chico miranda’

Série: A Hora H – Parte VI – Todas as Forças

Para nós uma fotografia geralmente serve como lembrança de um momento agradável. Mas para muitos que tiveram seus registros de guerra em fotografias, não esquecem o que passaram naquele momento. E quando essa fotografia reflete um momento extremo, ela toma um caráter mais nebuloso. Ser fotografado no momento em que a morte bate a porte é algo que não dá para esquecer. Infelizmente não foram poucos os casos em que os registros fotográficos param o tempo exatamente na Hora H.

 

Segue mais uma Galeria da Hora H:

Retrospectiva – A Alemanha da Segunda Guerra

Fim de ano chegando e começamos a fazer nossas retrospectivas. Como não poderia deixar de ser, vamos iniciar uma série de publicações que colocam à disposição as nossas melhores publicações agrupadas por assunto. Nosso objetivo é disponibilizar os quase mil posts agrupados e disponíveis, principalmente para quem nos acompanha a pouco tempo.

Tema é ALEMANHA:

Clique no link para ver a matéria:

Pichação nos Muros de Berlim! Aviso aos Invasores

 

Berlim – A Divisão de Uma Cidade Derrotada!

 

Especial: 08 de Maio de 1945 – Os Acontecimentos!

 

Especial: 08 de Maio de 1945 – A Rendição!

 

Artigo – A Alemanha Foi Uma Nação Vilã? Parte I

Hitler – Quem foi esse Homem?

A análise da Segunda Guerra é algo que sempre gostei de fazer. Se pensarmos em ciência História, teremos como principal característica a dinâmica de interpretações dos fatos históricos. O Fato ele nunca está fechado e lacrado, sempre será debatido e revisto, e isso é importante para o entendimento do passado. Contudo devemos ter muito critério nos diversos tipos de opiniões a respeito do Fato Histórico ou das personalidades da História.

Essa semana uma determinada internauta deixou um comentário aqui no BLOG que era uma declaração de amor a Hitler, do tipo daquelas jovens que gritam por seus ídolos durante um show qualquer. Enfim, isso me fez refletir sobre a importância de uma interpretação correta dos acontecimentos do passado; isso me fez refletir sobre a pessoa do próprio Hitler. Já escrevi vários artigos sobre Hitler e creio que ele sempre será um objeto de estudo interessante, mas será que ele pode ser supervalorizado ou desprezado? Será que devemos amá-lo ou odiá-lo? De certo a História Oficial o condenou eternamente. Mas creio que ainda devemos explorar ainda mais para que as pessoas entendam quem foi esse homem. Portanto resolvi  publicar uma análise mais completa sobre esse enigmático líder, com o máximo de informações possíveis, a partir de uma análise crítica e sem protecionismo e sem condenações preconcebidas desde a sua formação de Hitler, realizações enquanto esteve no poder, seus erros e acertos na sua trajetória; gostaria de estabelecer um perfil de Hitler sem me preocupar com o resultado da guerra, sem questioná-lo ou imputá-lo culpa, apenas entender seus pensamentos, suas ações, suas virtudes e suas faltas, pessoais e públicas.

Vamos postar uma série de artigos semanais, sempre no sábado, para levantar o máximo de informações possível sobre esse ícone histórico que mudou o mundo; mudou nossa realidade. Isso mesmo, pois o mundo como o conhecemos hoje, só se tornou possível pelo simples fato de Adolf Hitler ter nascido e se tornado quem ele foi. Isso não é um mérito!

Gostaria que outras pessoas pudessem contribuir com essa jornada História. Falarmos sobre Adolf Hitler sem a energia ideológica da defesa preconcebida, apontar os seus méritos sem diminuir; apontar seus erros e crimes sem o ódio dos vitoriosos ou a anistia dos simpáticos.

Ajudem a mostrar a verdadeira face do homem por trás do Mito!

Sempre com a maior quantidade de fotos possíveis.

Facebook: https://www.facebook.com/BlogChicoMiranda

68 anos se passaram…

Há 68 anos a Força Expedicionária Brasileira, entrava efetivamente na 2ª Guerra Mundial, quando o General Mark Clark, decidiu que a tropa brasileira, constituída por um Grupamento Tático, sob o Comando do General Zenóbio, ficasse subordinada ao 4º Corpo do V Exército Americano a partir do dia 13 de Setembro de 1944.

            Este Grupamento Tático foi batizado de Destacamento FEB, sendo assim constituído:

  • 6º Regimento de Infantaria
  • II/1º Regimento de Obuses Auto Rebocável (R.O.Au.R)
  • 1 Cia de Engenharia do 9º Batalhão de Engenharia
  • Pelotão da Cia de Transmissões
  • Cia de Evacuação e Pelotão de Tratamento do 1º Batalhão de Saúde
  • Pelotão da Companhia de Intendência
  • Pelotão de Polícia do Exército
  • Pelotão de Sepultamento

            Neste mesmo dia, ficou determinado que este destacamento se deslocasse para a Região de Ospedaleto(situada ao sul da cidade de Pisa), movimentação feita rapidamente, num percurso de 50 km a partir da cidade de Vada. E, ao final do dia recebeu a seguinte ordem do 4º Corpo:

–        Substituir os elementos do II/370º Regimento de Infantaria americano às 19 horas de 15 de Setembro de 1944

–        Substituir 0 434º Grupo de Artilharia Antiaérea americano às 19 do mesmo dia

–        Manter contato com o inimigo e sondar o dispositivo por meio de vigorosa ação de patrulhas

–        No caso do inimigo retirar-se, persegui-lo mediante ordem, e

–        Manter contato com a 1ª Divisão Blindada, situada à leste.

            Em consequência destas ordem o 6º regimento de Infantaria deslocou-se para Vecchiano e o II Grupo deslocou-se para Monte Bastioni, sendo que, nesta movimentação dois Batalhões do  6º RI fizeram o percurso motorizado, enquanto o III, com menos sorte o fez à pe.

            Por volta da meia noite do dia 15 para 16 de Setembro a tropa substituiu a tropa americana, que já não mantinha contato com o inimigo. A zona de Operações do Destamento FEB, se iniciava no paralelo de Vecchiano e à frente, se limitava a oeste pelo Lago de Massaciucoli(onde constantemente, grupos de soldados alemães em pequena embarcações, hostilizavam a nossa tropa) e a leste pelo Rio Serchio, no sopé dos Apeninos.

            As patrulhas lançadas no decorrer desta noite, não encontraram o inimigo, apesar de ter atingido a transversal via Bertini – Ponte Vignole, o que mostrou o pleno conhecimento da situação pelo general Mark Clark, que em seu discurso à nossa tropa, falou que os alemães não eram super-homens, tanto que já estavam aos poucos sendo batidos de suas posições, mas que seria mais salutar à nossa tropa experimentar aos poucos os combates, pois era uma tropa inexperiente.

            O Regimento Ipiranga avançou cautelosamente para o Norte com 2 Batalhões em primeiro escalão e, a inexperiência da tropa, a artilharia inimiga com seus morteiros, os campos minados e o terreno desconhecido, tornaram esta progressão bastante lenta e enervante para nossos soldados. Apesar de tudo, antes de escurecer, a Infantaria Brasileira apoderou-se da cidade de Massarosa. Neste mesmo dia, às 14:22 horas, a 1ª/II grupo de Artilharia lançou o primeiro projétil sobre o inimigo( o estojo desta projétil encontra-se no Museu de Exército).

            Nesta posição, a tropa brasileira foi informada por uma patrulha americana, que nas imediações havia uma incursão terrestre alemã, informação que foi repassada ao P.C., e para várias instalações, mas foram recebidas com displicência pelos Oficiais.

            O General Alemão Rommel, diz em suas memórias, que sua experiência adquirida durante a 1ª Guerra Mundial lhe ensinou duas coisas importantíssimas:

–        O primeiro ataque nunca é esperado por tropas inexperientes

–        Nunca repita o mesmo golpe, em um curto espaço de tempo sobre a mesma tropa.

            A Força Expedicionária Brasileira, soube superar todas as adversidades encontradas no Teatro de Operações da Itália e demonstrou que apesar de ser formada das classes mais simples de nossa sociedade, era muito valorosa, além de mostrar que o homem brasileiro tem muito brio.

            Este post é dedicado a todos os Pracinhas que lutaram na 2ª Guerra Mundial.

            “Conspira contra sua própria grandeza, o povo que não cultiva seus feitos heroicos”

Artigo enviado pelo Pesquisador Rigoberto Souza

 

 

 

 

O Primeiro Milhão a Gente Nunca Esquece!

Hoje o BLOG CHICO MIRANDA passa a fase adulta, se é que isso existe. Hoje ultrapassamos a marca de 1 milhão de acessos. Isso pode ser apenas um número, mas junto com esse milhão, estão 678 publicações, 12.426 fotos, 1469 Comentários de 588 pessoas diferentes.

Tenho certeza que esse BLOG tem sido um instrumento de reflexão, de estudo e até de descobertas para mim e para aqueles que acreditam na seriedade com que tento conduzir esse trabalho. Deixou de ser um espaço virtual para ser mais um filho, que alimento, de forma cuidadosa, para que seu crescimento seja baseado em verdades e fatos históricos, e esse pequeno e jovem “filho” está ficando mais velho, e tenho certeza que crescerá ainda mais, me recompensado com novos laços de amizade por esse país a fora.

E esse BLOG não seria possível, se não contasse com a ajuda de amigos sinceros que enviaram conteúdo, escreveram artigos, divulgaram, colocaram links em seus sites e espaços. Não irei citar nomes, pois a lista cresceu bastante desde de que ultrapassamos os 500 mil há apenas 04 meses atrás. A TODOS os amigos meus sinceros agradecimentos.

Para tentar recompensar aqueles que seguem esse espaço, irei começar a refazer o caminho inverso do BLOG, como se contasse a história dele, vamos, durante toda essa semana, disponibilizar os links das primeiras publicações até a mais recente. Contanto um pouco a história dos posts e curiosidades sobre os comentários e outros detalhes. Muita gente envia email perguntando sobre determinados assuntos que já foram publicados, então é um oportunidade de acompanhar tudo que esse BLOG já publicou.

A TODOS MAIS UMA VEZ, OBRIGADO!

Perseguição a Clubes de Futebol durante a II Guerra Mundial

Um dos primeiros assuntos que me despertou o interesse que não estava relacionado com ações militares

O dia em que o nazismo matou um craque*

Recife Era Assim…

Minha primeira publicação sobre minha cidade natal.

Fotografia de Guerra

Hitler era mesmo o vilão?

Esse foi o post mais polêmico. Quase cem comentários sobre o artigo e uma discussão acalorada sobre o tema. O Artigo tem por objetivo desconstruir a ideia de que todos as nações Aliadas estavam empenhadas com a liberdade dos povos. Ilusão, muitas apenas mudaram de ditadores, quando Hitler caiu com a Alemanha

Os Vilões eram apenas os Nazistas e Japoneses?

Com a mesma tônica, tentando argumentar que na Segunda Guerra Mundial não há mocinhos e bandidos, há morte e destruição, a mais desgraçada da condição humana.

Fotos & Versões do Dia D

Primeira abordagem sobre o Dia D. Não queria tratar o Dia D com aquela ladanhia exaustiva que encontramos em muitos relatos sobre o tema. Queria abordar com visões difentes, perspectivas

Morre um Herói – Major Richard Winters

Quando publiquei a morte do Major Winters recebi algumas dezenas de emails pedindo confirmação, mais detalhes, mais fotos ou seja, muitos pareciam não acreditar que um senhor de mais 90 anos poderia morrer assim, de uma hora para outra. Mas isso prova que o mito ficou! Tirando o esteriótipo do soldado americano invencível, encontramos um grande soldado, sofreu com sua tropa, lutou, sofreu traumas de guerra e entrou para história da Segunda Guerra.

 

Desastre em DIEPPE – O Dia D que fracassou!

DIEPPE, uma batalha que talvez ainda tenha muito a dizer sobre a condição e o desespero britânico naquele momento da guerra. Se tivesse obtido êxito, talvez estivesse exaltando seus idealizadores, mas como fracassou, seus nomes são esquecidos. Exaltamos os sucessos infelizmente(?)

Último Dia da Promoção dos 500 Mil acessos!!

Hoje a partir das 22h00 estaremos divulgando o nomes dos sorteados na Promoção dos 500 mil acessos, na verdade estamos nos aproximando dos 550 mil acessos. Podem votar até as 21h00, segundo a votação do enquete abaixo:

MEIO MILHÃO DE ACESSOS – ABRIL ESPECIAL

 

No dia 18 de setembro do ano publicamos um POST especial quando o BLOG atingiu 100 mil acessos. Seis meses depois vamos alcançar uma nova MARCA:

MEIO MILHÃO DE ACESSOS

O cultivo da História. Essa ciência desvalorizada é, muitas vezes, usada de forma leviana e cheia de tendências e recheada de interpretações ideológicas que deturpam o fato histórico, tornando-o um instrumento para cultivar ódio e velhos pensamentos na cabeça de jovens. Esse espaço sempre esteve aberto para o que há de mais importante, o livre pensamento, desde que haja argumentos fundamentados nas boas práticas da interpretação histórica. Sem racismo ideológico, sem perseguição a perdedores ou exaltação a vencedores. A História é isso! É estudo puro e simples, e uma interpretação baseada em fatos e não em suposições ideológicas.

Acredito que a missão está sendo cumprida. Em meio a um público exigente e de qualidade impressionante. Qualquer publicação que suscite dúvida, um email imediatamente chega e minha caixa postal, questionando a publicação. Não meus amigos, não é fácil manter esse BLOG; não é fácil, nas limitações que o cotidiano exige, buscar, pesquisar e pesquisar para sempre vislumbrar os acontecimentos da Segunda Guerra e a participação da Força Expedicionária Brasileira de forma que todos compreendam a importância desde acontecimentos para História da Humanidade e a do Brasil, respectivamente.

Evidentemente não poderia deixar de mencionar os colaboradores do BLOG: Rigoberto Souza Júnior e Alessandro Santos, amigos e consultores para vários assuntos relacionados à FEB,  com certeza sem o apoio desses guerreiros a missão seria muito mais árdua. A Chico Bendl que já se transformou em colaborador, inclusive enviando artigo para publicação.  Aos nossos amigos que fazem referência do BLOG em outros sites ou permitem que seja publicado os posts: ao pessoal da WebKits, principalmente Márcio Pinho (caricaturista); Portal da FEB na pessoa de Derek, outro guerreiro; pessoal das Comunidades do Orkut e Facebook! A Todos Obrigado.

A TODOS os mais de 500 comentários que geraram boas discussões, troca de ideias e abriu novos laços de amizade.

 

Chico Miranda: Só Agradece!!

Quando concebi esse BLOG tinha como objetivo a consolidação de um sonho: expressar minha visão desse evento que contribuiu para formar a sociedade como conhecemos hoje. E uma dos agentes motivadores era exatamente a quantidade de aberrações e deturpações que existem desse evento na internet, bem como as influências ideológicas que cercam as interpretações tendenciosas da Segunda Guerra.

Mas uma grata surpresa surgiu com a evolução desse trabalho. AMIGOS! Que compartilham da mesma visão de disseminação do conhecimento. Consegui angariar, através do blog, amigos que, mesmo não conhecendo pessoalmente, possuem atributos que são raros em um país que nem sempre tem uma olhar satisfatório para a sua própria História. E não foram poucos!

Hoje, recebi uma grata homenagem do meu amigo do Pará, Márcio Pinho, que além outras qualificações é um exímio pesquisador e, para minha surpresa ARTISTA. Que faço questão de publicar.

Meus agradecimentos ao pessoal da WebKits que é uma fonte inesgotável de conhecimento sobre plastimodelismo e Segunda Guerra.

Abraços a TODOS!

Márcio Pinho: ....E nosso historiador virtual-mor, meu bom amigo Chico Miranda, uma das gratas surpresas que tive na net...

Medalha Aspirante Mega – Agradecimentos

Com muito orgulho, recebemos comenda da Associação de Ex-Combatentes da Força Expedicionária Brasileira, Regional Pernambuco, com a Medalha Aspirante Mega. Nesse momento, claro eu sinto-me honrado, mas também com maior responsabilidade para continuar a propagar o valor histórico da presença brasileira nos campos da Itália, em memória aos que lá ficaram e em reconhecimento pelos que voltaram.

A vida de um historiador é movida pela paixão, e se torna mais peculiar quando seu objeto de estudo é acessível e tem vontade de se expressar. É o caso dos nossos pracinhas que ainda estão aqui. Pois qual o historiador medievalista não gostaria de entrevistar um cavaleiro medieval? Ou qual o historiador da Guerra de Paraguai não gostaria de ouvir a história oral de um soldado dos Batalhões Voluntários da Pátria? Esse é uma dos muitos fatos que me orgulham e me fazem exercer a Estudo Histórico não por profissão, mas por paixão, aliás, por Paixão.

Não poderia deixar de citar o valor Histórico que essa Medalha Aspirante Mega representa, tendo o seu dignitário Francisco Mega –  o qual tive a honra de conhecer membros de sua família nesse mesmo blog – que faz cessão do seu nome a Medalha ter sido um homem resoluto e exemplo de liderança, dando sua própria vida, de forma consciente, e exercendo suas funções de inspirador de liderados, vindo a tombar pelo que acreditava.

Agradeço aos veteranos que fazem parte da Mesa Diretoria da Associação por me indicarem e outorgarem essa enorme honraria, também agradeço a Rigoberto Júnior pelo apreço e indicações e empréstimos bibliográficos; ao Tenente R1 Messias pelas considerações sempre oportunas nas conversas sobre a FEB e a vida na caserna; ao Valdner sempre agradável e de bom trato.

Para encerrar, ficamos na esperança pela recuperação do Major Archias, presidente da Associação, que se encontra internado, mas graças a Deus em situação estável. Estaremos orando pela sua recuperação e na tomada das atividades da Associação. Finalizo agradecendo a todos que acompanha esse humilde BLOG, que é despretensioso, mas tem um objetivo claro: ser um inspirador da História em um período tão critico para a humanidade, e trazer à luz os fatos heroicos de jovens brasileiros; de 25.334 jovens brasileiros, dos quais quase 500 permaneceram em Pistóia após a guerra, mas muitos outros perderam as vidas posteriormente, abandonados à própria sorte.

 

A TODOS MEUS SINCEROS AGRADECIMENTOS

CHICO MIRANDA

Diploma de Outorga

História do Aspirante Mega

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais do que boas FOTOS; o registro de uma época!

Certo dia, minha filha de seis anos me fez a seguinte pergunta: “papai por que o senhor gosta tanto de guerra?”, na hora fiquei sem reação, já que a primeira coisa que me passou pela cabeça foi repreendê-la, mas rapidamente percebi que o mais importante era explicar a ela o PORQUÊ do estudo desse período. Então revolvi ter uma bela conversa com a minha futura historiadora…

Por outro lado, gostaria de falar para o público que acompanha o BLOG, pois naquele momento entendi que provavelmente há outras pessoas que podem pensar o mesmo: “Poxa como esse Chico Miranda gosta da Segunda Guerra!”, na verdade acho que o “gostar” não é tão simplista assim.

Primeiramente a Segunda Guerra foi destrutiva demais para pormenoriza-la no contexto História da Humanidade, principalmente porque o que conhecemos como mundo hoje, está diretamente relacionado com os impactos dos resultados, e os desdobramentos políticos e econômicos do pós-guerra, além de toda a composição geográfica do mundo. Por isso mesmo é necessário que compreendamos os motivos, circunstancias, razões e tudo que for possível sobre o conflito, para que haja o perfeito entendimento nosso mundo AGORA. E mais, subsidiar ideias para aprender quais os descaminhos que a humanidade tomou há 72 anos, e não repetirmos o flagelo generalizado a qual uma geração inteira foi sacrificada.

Sabe o que me deixa mais estarrecido, o fato de nossos jovens serem cobrados mais pelo conhecimento da organização social e política romana do século I, do que sobre os impactos do mundo com a Segunda Guerra. Não entendo como somos bombardeados com notícias sobre a Palestina e seu conflito territorial com o Estado de Israel, quando muitos nem mesmo sabem a origem do processo de criação do Estado Judeu. Analisar a História sob uma parcialidade contemporânea é um erro recorrente em nosso país.

Quando nos referimos a Segunda Guerra Mundial não vislumbramos outra coisa se não o terrível Hitler matando milhões de Judeus ou a bomba atômica destruindo as cidades de Hiroshima e Nagasaki. O sofrimento foi muito mais localizado e abrangente e a Segunda Guerra Mundial foi mais que isso. A Segunda Guerra Mundial moldou o mundo de tal maneira que boa parte dos processos e tecnologias que utilizamos hoje, foram criadas durante ou após o conflito, mas sempre pela imposição do resultado e que são utilizadas no nosso cotidiano. Isso foi bom? Claro, mas a um custo muito alto, e por ter sido alto, devemos sempre lembrar que gozamos de determinados privilégios que foram construídos sob as custas do medo, da morte, do sofrimento de uma geração inteira.

Por esses e outros motivos devemos entender exatamente o que foi esse conflito, para que nossos filhos não precisem sacrificar-se como nossos avós o fizeram, para que as futuras gerações não precisem de BLOGS para lembra-los sobre um passado tão importante, mas esquecido por muitos.

Quero encerrar com umas fotos que não retratem combates, mas pessoas.

 Os créditos das fotos são Alfred Palmer/OWI/LOC

Cem Mil Acessos Diretos – Obrigado a Vocês!

Caros Amigos!

 Chegamos a uma marcar que pessoalmente acredito que seja algo a se celebrar. Estamos alcançando 100 mil acessos diretos. No meu entender, para um BLOG que tem apenas 08 meses é uma excelente marca!

 Nesse período conseguimos ter um público ávido, interessado e principalmente esclarecido. Vocês que acompanham o BLOG Chico Miranda não são um público qualquer, por isso a responsabilidade das publicações é altíssima, pois qualquer deslize a correção chega na mesma velocidade da postagem.

Sinto-me honrado em poder compartilhar com vocês essa marca e dizer que vamos alcançar UM MILHÃO MUITO BREVE!

Nosso BLOG, que não é apenas meu, tem como objetivo ser um local para vislumbrar a História e democraticamente debatê-la.

Muitos me perguntam o motivo de não ter propaganda, inclusive já rejeitei várias propostas para colocá-las, mas esse não é o objetivo. O BLOG Chico Miranda não tem fins lucrativos, pois quando criei esse espaço foi com o intuito de divulgar a História, e é para ela que continuamos nosso trabalho.

A TODOS! MEUS SINCEROS AGRADECIMENTOS!

Chico Miranda

 Para comemorar escolhi 20 publicações são as minhas preferidas e coloco a LINK abaixo para vocês apreciarem novamente, e podem mandar a de vocês também:

Vivendo e Morrendo como um Soldado!

– Gostei dessa publicação por saber a importância histórica de ser soldado.

Fotos e Seus Detalhes Históricos – Parte VIII

– Essa foi a mais gostosa de construir dessa série. A pesquisa foi excelente com detalhes impressionantes

Memórias de um Soldado de Hitler – Parte I

Memórias de um Soldado de Hitler – Parte II

Memórias de um Soldado de Hitler – Parte Final

 – O senhor Meltemenn abriu meus olhos para o lado humano do soldado nazista, aquele que lutou pelo que ele pensou ser a melhor coisa para seu país. Nós também poderíamos estar lutando pelos nossos ideais do lado da Alemanha o de qualquer outro país.

Por que a 148ª Divisão Alemã se entregou somente aos brasileiros na Itália?

– Um texto especial, pois retrata a bravura de uma Divisão Brasileira que desmente muitos críticos idiotas que não conhecem história e acham que podem deflagrar injustiças ao passado da FEB

O Dia D – Visto por um ângulo Diferente

– Primeira visão diferente do Dia D que observei

Ataque e Afundamento na Costa Brasileira do U-Boot – U-848

 – Essa pesquisa foi especial devido ao Fato do marinheiro Hans Schade ter sido encontrado ainda com vida e morrido em solo brasileiro, em solo pernambucano e seu corpo ter sido enterrado com honras militares pelos americanos no cemitério mais conhecido de Pernambuco. Foi incrível essa pesquisa.

Batalha Aérea Sobre a Inglaterra – A Resistência

Para mim a Inglaterra foi o principal bastião de resistência contra a Alemanha. E dessa pesquisa achei a foto que mais me impressionou de toda a Guerra!

Tentei de todas as formas encontrar o nome dessa senhora, infelizmente ainda não consegue, mas minha busca vai continuar…

FEB – Origem da Polícia do Exército

 – Tive muito orgulho em pesquisar sobre a origem da Polícia do Exército, pois tenho orgulho de ter sido um PE, aliás, UMA VEZ PE, SEMPRE PE! Portanto tenho orgulho de SER PE. E essa publicação para mim foi especial.

Segunda Guerra – As Fotos e Seus Detalhes Históricos.

Kamikazes – A História dos Ataques Suicidas

– Resolvi pesquisa sobre os Kamikazes, pois não encontrei muita coisa publicada a respeito.

Recife – Um Olhar Provinciano do Século XIX

– Minha Cidade! O que posso dizer? O homem que não conhece o passado de sua própria terra pode ser considerado sábio?

Humor, Charges e as Fotos Mais Estranhas da Segunda Guerra

– Nem passava pela minha cabeça que a guerra poderia ser tão engraçada

A Propaganda Vermelha – Cartazes Russos 1941

– Em ter de propaganda a URSS é imbatível!

Charges da Guerra – Parte I e II – Agora Tamanho Original

– As charges mais fantásticas!

O Brasileiro é Acima de Tudo Um Forte – O Legado da FEB

– Um Artigo que foi publicado nos jornais pernambucanos, e modesta à parte deu o recado!

Crônica de um Pernambucano

 – Minha Reclamação com Pernambuco: temos dezenas de placas e estátuas espalhadas pela cidade, mas não há uma placa em homenagem aos pernambucanos que perderam a vida na Itália.

Soldados Brasileiros de Hitler

– Entre 1945 a 1948 12 mil alemães ou de origem alemã entraram no Brasil. Quantos lutaram pela Alemanha?

Piloto Russo abatido em 1942

– A História Triste de um Guerreiro

Informações Gerais – Blog

Aos Visitantes,

 

Agradeço a todos que acompanham o meu blog e a todos os comentários que tenho recebido ao longo desses meses, fico muito feliz em saber que os posts estão sendo bem recebidos e despertando o interesse de tantas pessoas, sabendo que algumas dessas pessoas são notadamente entendidas e estudiosos da Segunda Guerra Mundial e outros assuntos que vez ou outra são publicados.  Por isso, gostaria de abrir um canal de comunicação direto com os visitantes e trocar informações e experiências para aprimorar nossos conhecimentos.

O email que informo abaixo poderá ser utilizado por todos vocês, para enviar sugestões, críticas ou até mesmo enviar artigos para ser publicado aqui no blog, sintam-se à vontade para deliberar sobre qualquer assunto. Prometo que irei responder a todos os emails e, caso queiram, enviar materiais exclusivos que ainda vão ser publicados.

 

blogchicomiranda@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: