Arquivo

Posts Tagged ‘comics’

Série: A Hora “H” – Parte I

Vamos publicar a partir de hoje uma nova série: A Hora H. A pretensão é publicar fotografias onde o autor da foto é parte de integrante da ação. Testemunha dos acontecimentos, presente em um momento de combate ou imediatamente  após ele. Nosso objetivo é que as pessoas possam refletir sobre a fotografia. Por isso, o BLOG prefere o destaque fotográfico ao invés do vídeo. A fotografia leva a reflexão, pois a imagem está estática, naquele momento, tudo pára.

Coitado de Hitler…

 Realmente, Adolf para a propaganda americana apanhou o correspondente a 3 Segundas Guerras Mundiais. Em várias publicações de Revistas em Quadrinhos, os conhecidos Comics, ele foi o alvo preferencial de todos os tipos de super-heróis da criativa mentalidade americana. Dentre os preferidos da população o famoso Superman, Batman e Capitão América, mas temos aliados menos conhecidos como o Soldado Desconhecido e o Espinhão Destruidor entre outros. Conheça essas figuras que povoaram a mente dos americanos e a de outros povos, mesmo depois da guerra:

Página no Facebook:

http://www.facebook.com/BlogChicoMiranda

Comunidade no ORKUT:

http://www.orkut.com.br/ChicoMiranda

O Teatro do Pacífico em Quadrinhos

 Uma edição americana contando as operações do Teatro do Pacífico. Muito interessante.

 

 

A História em Quadrinhos na Segunda Guerra – Comics

A Segunda Guerra foi um terrível evento na história da humanidade, contudo não podemos desconsiderar os parâmetros que surgiram para consolidar ideias, pensamento e tecnologias que seriam utilizando através nos anos posteriores da guerra.

A História em Quadrinhos passou a ser utilizada como instrumento de propaganda dos países envolvidos, não por acaso, personagens nacionalistas ou estereotipados passaram a fazer parte dos Comics americanos, ingleses, alemães e da maioria dos países envolvidos no conflito. Grandes Heróis como Capitão América e Super-Homem nascem para a Segunda Guerra ou ganham novas características para enfrentar a nova ordem mundial. Sem qualquer cerimônia esses novos instrumentos são utilizados de forma indiscriminada para o esforço de guerra. Isso traz esperança para os povos envolvidos, permitindo que o moral do povo no front doméstico possa estar sempre elevado. Eis alguns exemplos, americanizados é verdade, mas importantes para a História da Guerra:

%d blogueiros gostam disto: