Arquivo

Posts Tagged ‘veteranos’

Visita do Comandante do Navio-Patrulha Graúna

A atual diretoria da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco tem vislumbrado alguns acontecimentos que nos enchem de esperança em uma mudança de cultura de nossa população. Um desses testemunhos foi a visita do Tenente-Capitão Santos Silva, da Marinha do Brasil.  Foi com grande satisfação que a diretoria da FEB e o Comandante do Navio-Patrulha Graúna se encontraram em sua sede-centro, para uma agradável tarde de conversas e a alegria de poder ouvir dos próprios veteranos da FEB as experiências vividas no Teatro de Operações da Itália. O encontro foi uma cordial retribuição do Tenente-Capitão, que tal bem recebeu na semana passada os veteranos e seus familiares na embarcação.

Estiverem presentes também todos os diretores da associação, que tiveram a oportunidade de ratificar as ligações entre a FEB e a Marinha do Brasil, que propiciou patrulhamento do contingente dos escalões da FEB que deixou o Brasil para lutar na Itália. O Veterano Ribeiro pôde relembrar um momento especial, quando seu retorno da Itália, seu navio encontrou a escolta brasileira em uma parada em Portugal, e naquele momento recebeu a continência dos marinheiros brasileiro perfilados no convés. Para ele, ficou registrado em sua memória esse fato e o carinho pela Marinha do seu país, que o emociona até os dias de hoje.

O Comandante Santos Silva presenteou a associação com um Quadro do Navio Patrulha Graúna que será colocado no Hall de Honra da sede da nossa Regional.

Agradecemos a Marinha do Brasil pelos sacrifícios de esforços, material e vidas durante a Segunda Guerra Mundial que tornou possível ao Exército Brasileiro o deslocamento de um contingente de mais de 25 mil homens, deixando ainda para a nossa Marinha a primeira linha de defesa de nossas terras, a partir do vasto Atlântico Sul, enquanto seus melhores soldados combatiam em terras estrangeiras.

Precisamos de mais jovens para disseminar os sacrifícios que nossas Forças Armadas fizeram para defender nossos ideais, jovens como o Comandante do Graúna. Se conseguirmos esse objetivo, esse país será mais digno de suas futuras gerações.

Visita ao Navio-Patrulha Graúna – Ligação Histórica

 Uma coisa que o nosso povo não sabe? Enquanto dormimos na tranquilidade de nossos lares, não fazemos ideia de que existem homens velando pela nossa segurança. Isso ficou evidente quando o Brasil declarou guerra a Alemanha e a Itália em 22 de agosto de 1942. Quando a Marinha  de Tamandaré teve que, apesar de seus opacos recursos à época, realizar patrulhas e comboios para garantir a segurança no Atlântico Sul.

E cumpriu com sua missão, impondo-se ao inimigo e garantindo a paz na navegação brasileira.

Neste mesmo espírito e com o mesmo vigor daqueles anos de guerra, o Navio-Patrulha Graúna realiza missões de patrulhamento por toda a costa do nordeste brasileiro, velando o sono dos brasileiros. O Graúna é parte integrante da nossa Marinha de Guerra, que defende um litoral com 7.367 Km de extensão.

Comandado por um jovem Oficial, o Capitão-Tenente Sérgio dos Santos Silva, a embarcação é baseada em Natal, e chega ao Recife para mais uma missão.

O Capitão-Tenente Santos Silva demonstrou não apenas o zelo pela sua Marinha, mas também algo que deve fazer parte da cultura do povo que ele defende. O reconhecimento pela História do seu país. Com esse espírito, o Comandante recebeu a visita dos integrantes da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco. Estiveram presentes o Presidente da ANVFEB-PE Veterano Alberides de Lima Passos, Veterano Josias Bezerra Melo e o Veterano Rigoberto Souza, acompanhados de suas respectivas famílias. Além do vice-presidente da associação o senhor Rigoberto de Souza Júnior. Em uma tarde especial, o comandante foi presenteado com um Quadro demonstrando o Roteiro da Força Expedicionária Brasileira na Campanha da Itália. Essa visita ocorreu exatamente no dia 11 de junho, data comemorativa aos 148 anos da Batalha Naval do Riachuelo. Portanto nada mais significativo do que ter a História da Força Expedicionária Brasileira sendo lembrada pelos herdeiros do Almirante Barroso, em uma data de especial.

Quando brasileiros se identificam através dos esforços comuns de amor e dedicação a nação, isso deve ser motivo de orgulho para seu povo, mesmo que a grande maioria não saiba a existência daqueles que velam pelo sono dos nossos filhos, nas fronteiras e nos mares. Eles não esperam reconhecimento ou honras, pois fazem isso por amor ao seu país. Eles são nossas SENTINELAS.

Informações Adicionais:

Nome : Navio Patrulha Graúna
Classe: navio patrulha classe Grajaú
Deslocamento : 230 ton
Calado médio : 2,4m
Boca : 7,5m
Comprimento :46,5m
Velocidade de cruzeiro : 10 nos
Máxima velocidade 22 nos
Tripulação : 30 militares
Propulsão : 2 motores de combustão interna  de 2540 Hp cada um
Armamento : 1 (um) canhão de 40 mm e duas metralhadoras de 20mm
O
navio foi incorporado a marinha do Brasil em 15 de novembro de 1994.
O navio possui a missão de realizar patrulhas em águas juridicionais brasileiras a fim de contribuir para o controle da área marítima. E adição o navio também pode ser empregado em ações de superfície e operações de salvamento
E
m paralelo o navio também realiza reabastecimento no mar, inspeções navais e operações aéreas, sendo assim um navio bastante versátil e flexível.

A Todos os Veteranos da Polícia do Exército do Brasil

A velha e boa máxima bíblica de que para tudo há seu tempo em baixo dos céus e da terra é uma perfeita analogia para nós, veteranos da Polícia do Exército. Fruto de um trabalho intenso que vem se desenvolvendo desde o ano passado, e que culminou com o I Encontro Nacional dos Lideres de Grupos e Associações de Veteranos da Polícia do Exército na bela Curitiba e, como resultado das deliberações dos lideres presentes, foi concebida a Carta das Araucárias, que constitui o primeiro documento em caráter nacional do Veterano PE, e que servirá de guia para essa nova trajetória que se inicia. Que trajetória? A formação do Conselho Nacional dos Veteranos da Polícia do Exército.

O Conselho Nacional conta com representantes do Sul, Sudeste, Nordeste e do Distrito Federal, todos centrando esforços em projetos nacionais que possam integrar e fomentar o crescimento de nossas associações espalhadas pelo Brasil; objetivando nada mais, nada menos, do que a valorização do Veterano da Polícia do Exército. O Conselho funcionará voltado para resultados práticos, recebendo projetos e analisando suas aplicações nas regionais; viabilizando e divulgando ações abrangentes e se relacionando com as instituições ligadas aos nossos grupos e associações, dentre elas as OMPE de todo o país.

Nosso sentimento é que essa nova fase na vida de nossas representações possa ter resultados práticos em curto prazo, tendo em vista que já há demandas que urgem decisões do Conselho, tais como, a formatação de um Calendário Nacional, buscando oportunamente disseminar e prestigiar os encontros regionais e o Encontro Nacional, sempre em sedes diferentes. Também a criação de um Cadastro Nacional de Veteranos, dando condições para que o Veterano PE seja um elemento federalizado, ou seja, ser reconhecido em qualquer Estado que estiver residindo ou transitando. Esses são projetos que constam em nossa pauta e que serão implementados com o mesmo padrão PE que estamos acostumados.

Ciente das dificuldades e das condições adversas que podem surgir, mas complemente imbuídos da missão que se apresenta, todos os membros do Conselho estão irmanados para proporcionar aos veteranos das regionais, as condições necessárias para se orgulharem de serem parte integrante de um movimento de homens bons, dignos dos valores que são simbolizados no Braçal da Polícia do Exército que,  mesmo não o ostentando mais, permanece perpetuado em seus corações as marcas dos seus valores.

Francisco Miranda

Membro do CONAVEPE

UMA VEZ PE, SEMPRE PE!

logoConselho

O Dia da Vitória – Mais Uma Reflexão

No último dia 08 comemoramos o Dia da Vitória. Depois de 68 anos parece algo tão distante para o povo brasileiro quanto qualquer outro evento perdido no tempo e no espaço. Em Pernambuco a Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira se fez representar com quatro veteranos da FEB. Participamos do evento com o Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega. Uma simples, mas significante formatura na 7ª Região Militar / 7ª Divisão de Exército. Em comum com a FEB, a 7ª RM/7ª DE foi comandada pelo General Mascarenhas de Morais no período de 1940 a 1943, do rompimento das relações diplomáticas com a Alemanha até a declaração de guerra.

Quando encerrou a formatura percebi um olhar triste da esposa de um Veterano, não me contive e perguntei se havia algum problema. Ela respondeu que não havia problema, mas que há alguns anos o desfile contava com dezenas de febianos, todos orgulhosos comemorando o Dia da Vitória, e, hoje, apenas quatro desfilavam. Não respondi, apenas concordei com a cabeça. Mas pensei, assim como o Dia da Vitória vai ficando no passado pela consecução dos dias, a vida segue o mesmo rumo, vai seguindo, como um rio segue seu curso, e muitos vão “desembarcando” para ficarem no passado. Muito embora suas vidas sejam motivo de orgulho para aqueles que entendem o sacrifício da geração que presenciou o Dia da Vitória naquele 08 de maio de 1945.

Tomada de Monte Castelo: Uma Solenidade de Reconhecimento Histórico

Muito se fala nesse país em memória curta, em povo sem memória. Contudo, podemos afirmar e testificar que nesse país sempre haverá homens  comprometidas e preocupadas com a preservação histórica. Para tanto, podemos pontuar a solenidade alusiva a Tomada de Monte Castelo realizada no último dia 22 na 7ª Região Militar  – Região Matias de Albuquerque.

 Estavam presentes vários Veteranos da Força Expedicionária Brasileira juntamente com personalidades que prestigiaram a solenidade. Nesta formatura, tão significativa para a história do Exército Brasileiro, os pontos mais marcantes, além das presença dos protagonistas da Batalha, a entrega da Medalha Aspirante Mega. Essa medalha, de grande valor moral e de liderança, já que carrega o nome de um exemplo de liderança militar em combate, foi entregue a homens que se destacaram na vida militar ou em atividades relevantes para preservação da memória da Força Expedicionária Brasileira.

 Além do  próprio Grupamento Aspirante Francisco Mega que tem voluntários em seus quadros que reconhecem a necessidade de chamar a atenção da atual geração para os sacrifícios que outras gerações tiveram que fazer para  a manutenção da liberdade no mundo.

Nada mais justo do que reverenciar e agradecer aos líderes e chefes militares que preconizaram e idealizaram esse belíssimo exemplo de preservação histórica; preservação dos valores que honram a memória daqueles que perderam suas vidas nesta horrível, mas necessário batalha.

7ª Companhia de Comunicações: Uma das Companhias Mais Tradicionais do Nosso Exército

No último dia 25 de janeiro o Major Marcelo Santos Gonçalves passou o comando da 7ª Companhia de Comunicações para o Capitão Glauber Juarez. Gostaria de fazer duas referências ao antigo comandante da 7ª CiaCom e a própria Companhia. Primeiro o Major Marcelo teve uma estreita relação com a Associação de Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco, enquanto esteve no comando da Companhia, e essa aproximação se deu justamente por se tratar de um Oficial de extremo zelo com a importância histórica de sua Unidade, trabalhando arduamente na manutenção dessa história. Inaugurando um Espaço que conta um pouco a história dessa Organização Militar, portanto entramos na segunda referência, o peso histórico da 7ª Companhia de Comunicações. Fundada há 71 anos, a CiaCom cedeu nada menos do 12 valentes militares dos seu contingente para Força Expedicionária Brasileira, pode parecer pouco, mas estamos falando de uma Companhia, portanto foi uma número expressivo de integrantes que ingressaram na FEB. O motivo? A Arma de Comunicações sofreu um novo emprego, deixando de ser uma simples especialização da Arma de Engenharia para fazer parte do Serviço de Comunicações com a 1ª Cia de Transmissões, portanto militares experientes foram deslocados para esse novo e importante Serviço, por isso, a aclamação como Arma do Comando.

Ao amigo Major Marcelo, um profissional dedicado e altamente capacitado, nossos votos de felicidades e sucesso nas suas próximas missões. Ao Capitão Glauber, nossas boas vindas, pois temos a certeza que a ANVFEB-PE e a 7ª Cia Com continuarão a ser guardiães da História da Força Expedicionária Brasileira.

Homenagem aos Pernambucanos Mortos no Teatro de Operações da Itália

Uma importante homenagem a Força Expedicionária Brasileira foi realizada hoje em Pernambuco. Em uma bonita cerimônia, foi inaugurado no 10º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado – Esquadrão Forte das Cinco Pontas, o Monumento aos Pernambucanos Mortos nos campos da Itália.

O evento contou com a presença do Presidente da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco, senhor Alberides de Lima Passos e do Tenente R/2 Gildo – Diretor Cultural da Associação dos Oficiais da Reserva-AORE que, acompanhados do Major André Augusto, comandante do 10º Esquadrão, realizaram o descerramento da placa alusiva que homenageia os 12 pernambucanos que perderam suas vidas no Teatro de Operações da Itália.

O evento também contou com a Guarda do Monumento, formada por uma representação do Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega, que tornou a solenidade ainda mais emocionante.

São iniciativas como estas que fazem jus a memória daqueles que entregaram suas vidas pelo seu país.

Os Veteranos pernambucanos da FEB agradecem os Lanceiros do 10º Esquadrão pela oportunidade de presenciar, em vida, o reconhecimento dos sacrifícios dos jovens pernambucanos em favor de um mundo melhor.

Informações Adicionais:

Os Pernambucanos da FEB mortos na Itália

A Memória dos Heróis Mortos Largado ao Esquecimento!

Os lanceiros do Recife honram, nesta data, a memória daqueles que fizeram o mais alto sacrifício em defesa da Nação Brasileira e da Democracia durante a 2ª Guerra Mundial

O Belo Monumento em Homenagem aos Pernambucanos Mortos! Com a Guarda do Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega

Desfile do Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega

Hoje, 07 de setembro 2012, o Grupamento Histórico Aspirante Francisco Mega (GHAFM) teve uma vibrante participação no desfile cívico-militar do Dia Independência Brasil. Esse projeto foi concebido dentro da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco, com o objetivo de rememorar os pracinhas que lutaram na Segunda Guerra Mundial. O GHAFM é a realização do sonho de muitos, dos quais, o seu próprio efetivo, contemplado com membros da Associação SEMPRE Polícia do Exército, que estiveram vibrando com a galhardia de quem sustentava em sua cadência a honra de levar os nomes de todos os membros da FEB. Orgulhamo-nos em poder nos envolver em tão grandiosa e honrosa missão. Os integrantes da Força Expedicionária Brasileira estavam bem representados. Várias tropas desfilaram hoje, mas poucas tiveram o peso histórico e a enorme responsabilidade de marchar em nome daqueles que defenderam a liberdade do mundo, dos quais, muitos tombaram e tantos outros não estão mais entre nós.

Agradecemos imensamente ao General Benzi, Comandante Militar do Nordeste, e o General Aguiar, Comandante da 7ª Região Militar, pelo reconhecimento e apoio a este projeto.

Evidentemente outros colaboradores militares e civis atuaram para que o GHAFM estivesse presente, entre comandantes de Unidade Militares, Diretores, Chefes de Seção e o apoio de militares que se envolveram direta ou indiretamente em todo o processo. A todos a nossa continência!

Pátria! Brasil!

 

 

 

Grupamento Histórico Aspirante Mega

 Foi realizado nesta data a primeira Palestra sobre a Força Expedicionária Brasileira com o objetivo de formar o Grupo Histórica Aspirante Mega, grupamento subordinado a Associação Nacional dos Veteranos da FEB – Regional Pernambuco, que tem como objetivo divulgar a memória da FEB e os feitos do Exército de Caxias no Teatro de Operações na Itália durante a Segunda Guerra Mundial.

O Grupo Histórico é uma fração que utilizará uniforme historicamente caracterizado, e representará todo o virgor e virtude dos nossos pracinhas no dias atuais. O Grupamento foi apresentado pelo Diretor de Patromônio da ANVFEB-PE durante reunião da Associação SEMPRE PE, realizada no 4º Batalhão de Polícia do Exército.

  Agradecemos o apoio de todos os envolvidos nessa árdua missão.

Abertura da Palestra

2ª Companhia de Guardas – Uma Marco no Reconhecimento a FEB.

Um dos grandes exemplos de abnegação no combate e que orgulha profundamente a Infantaria do Exército Brasileiro é a História do Aspirante Francisco Mega, que faleceu em combate no dia 15 de Abril de 1945, lançando-se à frente do seu pelotão contra as tropas inimigas instaladas na Cota 778 a leste da cidade de Montese e, mesmo sendo ferido mortalmente  no momento do assalto, buscou  a motivação dos seus homens na manutenção do ataque, proferindo as seguintes palavras: “Porque estão parados em torno de mim? A guerra é lá na frente. Quem está no fogo é para se queimar! Estou aqui por que quis! Se vocês estão sentidos com o que aconteceu, vinguem-se acertando o comandante deles! De nada valerá o meu sacrifício se não conquistarem o objetivo. A minha vida nada vale, a minha morte nada significa diante do que vocês ainda tem para fazer . Prossigam na luta…”.

Com o mesmo espírito da INFANTARIA do Aspirante Mega, realizou-se no dia 22 de junho, na valorosa COMPANHIA DE GUARDAS, formatura de entrega de Medalhas Aspirante Mega, seguida de inauguração do ESPAÇO FEB.

A 2ª Companhia de Guardas, uma histórica e importante Organização Militar da Guarnição de Pernambuco, é comandada pelo Major ANTOINE DE SOUZA CRUZ, um jovem oficial comprometido com a História de seu país,  um excelente comandante, um LÍDER, que inspira seus comandados, pois testemunhamos de sua tropa o respeito colaborativo pelo seu comando.

A Diretoria da Associação de Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Regional Pernambuco concedeu a Medalha Aspirante Mega ao Major Antoine, recebendo das mãos do Veterano Alberides Passos, Presidente em exercício da ANVFEB-PE, e aos seguintes militares:

– 1º Tenente EDMILSON BARBOSA;

– SUBTENENTE JORGE ALEXANDRE FURTADO DE OLIVEIRA;
– 1º SGT ALEXANDRE CASADO COSTA;
– 2º SGT LENINE DE SOUZA LIMA;
– 3º SGT UBIRATAN JOSÉ DA SILVA;
– CB JOSÉ WELLINGTON DE MELO FERREIRA.

A Solenidade também foi marcada pela despedida de militares que passaram a reserva e entrega de brevê a militares do 3º Pelotão de Guardas, fração de Pronto-Emprego da OM, comandada pelo Tenente Vinicius.

Encerrando a formatura, o Major Antoine se dirigiu aos presentes com um discurso emocionante e inspirador, deixando clara a vocação pela preservação histórica do Exército Brasileiro e o da 2ª Companhia de Guarda, realizando sua contribuição em busca dessa preservação.

Em seguida todos foram para o Espaço FEB, uma belíssima sala, planejada com o objetivo de ser uma referência para os militares integrantes da Companhia e para os familiares que visitam a OM.

Agradecemos aos integrantes da 2ª Companhia de Guardas: Oficiais, Subtenentes, Sargentos, Cabos e Soldados pelo zelo e amor à pátria, que é a Pedra Fundamental de sua profissão, e que abrilhantam ainda mais o nome dessa honrosa e diferenciada tropa, quando seus integrantes estão comprometidos na preservação da História do nosso país.

______________

O Brado das Unidades de Guardas mostram o espírito destemido e fiel as suas posições quando, na Batalha de Waterloo, o General francês Cambonne, cercado por 40 mil prussianos resistia bravamente às investidas inimigas, e recebendo a ordem de rendição proferiu a seguinte mensagem:

“A GUARDA MORRE, MAS NÃO SE RENDE!!”

Esse é espírito de abnegação das Unidades de Guardas do Exército Brasileiro.

BRASIL

2ª Companhia de Guardas pronta para a Solenidade

Major Antoine e Vetarenos da Força Expedicionária Brasileira

Condecoração: Medalha Aspirante Mega sendo entregue ao Major Antoine pelo Presidente em Exercício da ANVFEB-PE Veterano Alberides Passos

Pelotão Operacional da 2ª Companhia de Guardas, comandada pelo Tenente Vinícius.

Sala dedicada a FEB

Espaço FEB

Veteranos com os agraciados

Belíssimo Espaço

Rigoberto Souza Júnior, Major Antoine e Francisco Miranda

Este slideshow necessita de JavaScript.

Página no Facebook:

http://www.facebook.com/BlogChicoMiranda

Comunidade no ORKUT:

http://www.orkut.com.br/ChicoMiranda

Uma Justa Homenagem ao Tenente Mário Messias

Um dos objetivos desse BLOG, além de tentar vislumbrar a História segundo uma visão critica e sem qualquer dissimulação ideológica, é de divulgar o reconhecimento àqueles que lutam como guerreiros na manutenção e preservação da História. Um desses honrados homens é o Tenente Mario Messias. Cidadão de uma larga cultura e privilegiada inteligência foi agraciado, de forma muito justa, com a Ordem do Mérito Conselheiro Thomaz Coelho no Grau Ouro, concedido pelo Instituto dos Docentes do Magistério Miliar de Pernambuco, IDMMPE. Segue abaixo a descrição da honraria.

 ____________________

O Instituto dos Docentes do Magistério Miliar de Pernambuco, IDMMPE, através de análise do seu presidente, decidiu, de acordo com o Estatuto e o Regimento Interno, aprovar a concessão da Ordem do Mérito Conselheiro Thomaz Coelho no Grau Ouro. ao Tenente  Silvio Mario Messias  de Oliveira.

A condecoração é reconhecida como de valor oficial e tem seu uso permitido com os uniformes militares (…) Os militares do Exército poderão cadastrar a Medalha no Departamento Geral do Pessoal sob o código (A 15). O proponente da horaria foi o Presidente, Coronel Evaldo Alves PEREIRA. A proposta foi ratificada pelo Ten Cel Com Ricardo ROQUE da Silva, Comandante do 4º Batalhão de Comunicações e Presidente Honorário do IDMMPE. A comenda foi entregue em 22 de março passado.

 Nas fotos, o recebimento da Medalha do TC ROQUE e no salão de Honra com o Cel Pereira.

Recebimento de Medalha - TC ROQUE ao Tenente Messias

Cel Pereira com o Tenente Messias

 A Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Seccional Pernambuco tem orgulho de ter como colaborador o digníssimo oficial.

%d blogueiros gostam disto: