Início > Guerras, História, Wehrmacht > Wehrmacht – Uma Força Formidável

Wehrmacht – Uma Força Formidável


Podemos criticar os motivos que levaram a Alemanha sob a liderança nazista deflagrar a Segunda Guerra Mundial, podemos discutir se esses mesmos líderes foram criminosos ou não, podemos até admitir todos os crimes de guerra cometidos por ambos os lados, mas não podemos deixar de citar a força do Exército da Alemanha em suas ofensivas durante a Segunda Guerra Mundial. Claro, quando falamos da Wehmacht me refiro ao Exército regular e não a tropas como SS que possuíam uma natureza mais entrelaçada com o regime ditatorial de Hitler. O Exército da Alemanha implementou uma nova teoria militar, uma nova forma de combate, evidente que para os pacifistas, isso não é motivo de exaltação, contudo a grande maioria dos soldados alemães eram bravos guerreiros, e lutavam por suas vidas e pela vida de seus companheiros, e os nazistas eram minoria dentro do Exército, e foram postos a prova durante as duras campanhas e os vários fronts que foram abertos, e que, podemos afirmar, a derrota da Alemanha foi concretizada pelos disparates estratégicos de Hitler e a falta de uma logística de material para suprir o Exército, mas nunca pela força de seus homens. Esses homens lutaram até o último cartucho, enfrentando o Exército Vermelho dentro de sua capital, até cair por terra a última defesa. Mesmo quando todos não acreditavam mais na vitória, eles lutaram e morreram como soldados.

 

 

Anúncios
  1. washington jadum de campos
    13/05/2011 às 5:13 PM

    o soldado alemão até os dias de hoje sempre foram disciplinados protegendo uns aos outros.

  2. IVAN HUDES DOS SANTOS
    24/06/2011 às 11:44 PM

    A Wehrmacht e seus acompanhantes inseparaveis de guerra:MG-34,MG-42,MP-38,MP-40.

  3. Moriarty
    26/08/2011 às 5:19 PM

    Muitos antes de condenar a Alemanha deveriam perguntar-se o que fariam se fossem Alemães sob a Alemanha Hitlerista, resistiriam tanto quanto foram cobrados a resistir, ou serviriam a sua pátria da melhor maneira que conseguissem, eu penso claro, que qualquer um escolheria a segunda alternativa, o conceito de pais não envolve apenas território, política e fisicamente demarcado, nem ideologias formadas por trágicos e romanticos ideais, que visam mais a persuadir do que refletir a realidade,o conceito de país envolve as crianças, mulheres, os jovens os velhos aqueles que simultaneamente refletem o passado e futuro de uma nação, sua sabedoria acumulada ao longo dos tempos e a esperança de seu uso no futuro, pelas novas gerações, mais que para garantir a sobrevivência, o susseço de todo um povo,se atacavam apenas os lideres de nação Alemã,como propagavam a todos, porque destruir a Alemanha duas vezes como fizeram?

  4. washington jadum de campos
    27/08/2011 às 8:42 PM

    Um exercito de uma dedicação e disciplina incomum, eles obedeciam aos comandos com absoluta presteza e confiança, mesmo na adversidade das batalhas.

  5. Francisco Bendl
    10/10/2011 às 9:01 PM

    Independente de um exército obter sucesso – organização, disciplina e hierarquia -, a verdade é que no campo de batalha um dado aflora como fundamental: MOTIVO.
    Os americanos perderam a guerra do Vietnã porque não tinham motivo para vencê-la (uma das principais razões)!
    A questão mais era política do que um confronto tradicional, colocando os Estados Unidos na categoria de país invasor e não salvador.
    Na Segunda Guerra, os alemães que tinham as qualidades e condições humanas de formarem bons exércitos, ainda tinham razões para vencer.
    O Tratado de Versailles que colocava a Alemanha submissa à Europa, as terras que foram confiscadas e entregues à Polônia, a humilhação da República de Weimar que se dilacerava com alta inflação, economia depauperada e tantas outras consequências após a primeira Guerra, levariam de bandeja uma lauta refeição para qualquer líder que resgatasse o orgulho ferido daquela nação.
    Não foi difícil que surgisse um visionário que, em altos brados, discursava as palavras que se queria ouvir à época, inoculando no espírito alemão a revanche pelas humilhações sofridas.
    Portanto, além de bem estruturado, os soldados alemães partiram para a guerra com sede de vencer, de conquistar, de compensar os anos de escassez, de desemprego, de frustrações.
    E a Alemanha deixou de vencer – pelo menos em um primeiro momento – porque Hitler não tinha condições militares de esboçar táticas e estratégicas, e seu Estado Maior (os generais) tinha medo de enfrentá-lo, caso contrário, ou a Guerra se estenderia por muitos anos na Europa (impensável se utilizar como solução para a Guerra terminar no Velho Continente as armas atômicas lançadas no Japão) ou haveria alguma associação entre países europeus que quisessem colaborar com os nazistas no domínio da europa, uma espécie de alianças entre antigos inimigos.
    A Alemanha perdeu para si mesma, pela sua arrogãncia e julgamento que de fato era superior às demais nações envolvidas naquele conflito internacional.
    Como não temos a menor idéia do que seria o mundo caso os alemães tivessem vencido a Guerra, resta-nos agradecer aos deuses que assim tenha acontecido, apesar de todos os males que ainda cobrem o mundo como um manto de negativo bordado com ódio, preconceito, desprezo, negligência, alimentados pelo dinheiro da corrupção, das negociatas, das explorações de povos e países.
    Os aliados na Segunda Guerra, que se transformaram nas nações mais ricas e poderosas do planeta, criaram o capitalismo, que se não mata através de armas, aniquila populações inteiras através da fome, miséria e doenças, uma sofisticada forma de matar.
    As que não sofrem o genocídio de seu povo, sucumbem à ganãncia financeira e se endividam, gerando inflação, desemprego e falta de esperança!
    Qual seria o exército para combater a injustiça que atualmente é a maior característica do mundo?

  6. oscar
    11/05/2012 às 1:48 AM

    Sempre admirei as forças armadas da alemanha da 2ª guerra, tanto luftwaffe, kriegsmarine e wermatch, devido aos mesmos aspectos apontados no topico acima. Se 10% do povo brasileiro tivesse a dedicação para com seu pais assim como os soldados da wermatch, garanto que nosso pais seria o maior pais do mundo, mas aqui sempre o que importa é o jeitinho, é o “eu” me dar bem, é fazer o errado, bem diferente dos honrados soldados ora sitados, que mesmo sabendo que não voltariam de varias missões sempre tentavam cumprilas da melhor maneira possivel, como a conquista do forte Eben-emael, onde pouco mais de 80 homens dominaram um forte guarnecido por mais de 700 inimigos. mas diz uma piada: que Deus não colocou nenhum desastre natural, vulcão, terremoto, maremoto no Brasil, mas para compensar colocou um povinho…repensem suas atitudes

    • job
      29/10/2014 às 10:18 AM

      Isso mesmo, outro dia assistindo a um depoimento de um veterano da FEB, ele se vangloriava de roubar jipes americanos, pintar com os adesivos brasileiros e ficar rodando como se fosse da FEB. É aquela velha história, o jeitinho o se dar bem…

  7. Jefferson Teixeira
    30/05/2012 às 12:06 AM

    Acho importante lembrar a engenharia alemã, fazia a diferença… ainda hj vejam os automoveis muitas das melhores fabricas são alemãs…

  8. Thiago Lima
    22/07/2012 às 10:20 PM

    A Alemanha Nacional Socialista não provocou a Sgm o que faria o Brasil se os paraguais estivessem massacrando os cidadões brasileros em PARAGUAIO, PESQUISE O QUE ACONTECEU EM DANTZING ( o massacre de alemães em uma cidade de maioria etnica alemã posta em poder dos poloneses por conta do ditado de versalles)

    Pesquise e tire suas conclusões não se prenda a baboseira da mídia de massa.

    Brasil acima de tudo

  9. 30/09/2012 às 4:23 PM

    todos condenam hiter e sua alemanha,talvez,porque se trate de um acontecimento muito recente.todos nos sabemos que a historia da humanidade foi feita de massacre de civilizaçoes inteira.como por exemplo no tempo de cristo.

    • Cleiton
      28/07/2015 às 8:33 PM

      Massacrar no calor da batalha é uma coisa e isso aconteceu várias vezes em muitos conflitos,agora exterminar um povo e outras minorias como política d estado como fizeram os nazistas é totalmente diferente.

  10. 19/03/2014 às 11:08 AM

    O povo alemão é extremamente disciplinado e organizado. O soldado alemão é o reflexo do seu povo, pois, sai justamente do seu meio. Afora isto, temos que reconhecer a magnitude da sua engenharia, os tanques alemães, panzer IV, pantera e tigres estavam entre os melhores da guerra e foram revolucionários quando lançados. Os aviões ME 109, FW 190, JU 87 e ME 262 combateram em condições de superioridade técnica por muito tempo, os submarinos alemães eram os melhores. Apenas no que se refere as embarcações de superfície, notadamente em termos de porta aviões é que a Alemanha foi inexpressiva, por se tratar de uma potência terrestre este fator foi negligenciado.
    Não fossem os erros estratégicos e a loucura de Hitler nenhum exercito do planeta poderia te-lo derrotado.
    Organização e engenharia é a base de qualquer exercito vencedor.

  11. Marlon Eddy
    25/05/2014 às 9:18 AM

    Queria deixar escrito que sou um grande fã do exercito alemão da segunda guerra, quero deixar claro tbm que a nata do exercito não apoiava a guerra e nem a queria, mas pelas ordens de Hitler tiveram que fazer, por causa de vários fatores como o juramento de lealdade, o sentimento de dever… mas qualquer exercito faria as mesmas coisas se passassem pelas condições que a Alemanha estava passando naquela época…. Eles o obedeciam as ordens mas, rezavam por descanso, e sempre discutiam modos e meios para derrubar Hitler do poder….recomendo a todos a leitura do livro “o outro lado da colina” do cap. Lidell Hart (Uma verdadeira historia sobre os generais alemães da segunda guerra)

    aqui no brasil esse livro é publicado pela biblioteca do exercito
    A wermacht não apoiava o nazismo!

  12. Felix de Souza
    07/06/2014 às 9:08 PM

    Existe as varias facetas do exercito alemão ,tenho por conseguinte , escutar as duas partes, o atual exercito e força aérea de nossos estimados vizinhos los hermanos ,fora reestruturado e treinados pela Alemanha.Em minha opiniao o melhor exercito era o Alemão.
    Muito ainda tenho a dizer ainda ,pois segunda guerra foi um revolução no mundo e na historia e ainda tem suas consequencias no dias atuais.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: