Anúncios

Arquivo

Archive for 10/12/2011

Teatro de Operações do Pacífico – O Pior da Guerra?

A guerra é difícil e cruel em qualquer situação, mas o terreno e a geografia, além, claro, das adversidades climáticas, que podem tornar ainda mais caótica a vida em front. Com relação a isso, um exemplo de front muito duro, foi o Teatro de Operações do Pacifico, onde japoneses e americanos se enfrentaram de 1942 até 1945 em ilhas com clima subtropicais e com características bastante diferentes de outros teatros de operações da Segunda Guerra Mundial. Nessas condições os combatentes de ambos os lados enfrentaram doenças, chuvas torrenciais por meses a fio, áreas de mata fechada e colinas íngremes, sem falar que, diferentemente das tropas que combatiam em outras frentes, os militares não gozavam de passes livres, devido a seu isolamento. Como exemplo critico, podemos citar o ataque a Iwo Jima, onde os civis foram evacuados dessa ilha vulcânica; os militares japoneses passaram meses trabalhando dia e noite construindo uma complexo sistema de túneis e fortificações sem qualquer folga, e quando os ataques iniciaram eles permaneceram semanas refugiados nesses túneis. Sendo que os combates nessa ilha foram os mais duros da guerra.

Não por acaso, a Guerra do Pacífico, como ficou conhecida esse Teatro de Operações, tendo em vista sua diferença com a guerra que se desenrolava no Velho Continente, teve o maior número traumas de guerra, esquizofrenia e doenças relacionados a pressão e ao isolamento, também foram detectado requintes de crueldade insanas entre a tropa americana, tais como colecionar partes dos corpos dos inimigos.

Quando os americanos chegaram a Okinawa, última parada até a grande ilha, os Marines veteranos estavam esgotados de uma guerra sem fim, e claramente observa-se a diferença entre um soldado antigo e um recruta. Enquanto o soldado japonês estava disposto a morrer, e de fato ele já tinha morrido, pois a honra de morrer como um soldado era a única coisa que lhe restava.

Anúncios

Enquanto a Polônia era Invadida em 1939…

A Guerra Chega a America do Sul

O couraçado de bolso alemão Admiral Graf Spee, em chamas fora de Montevidéu, Uruguai, em 19 de dezembro de 1939. A tripulação do Graf Spee tinha acabado de deixar a Batalha do Rio da Prata, lutou com três cruzadores da Marinha Real. A batalha não afundou o encouraçado alemão, mas danificou-o e teve que se retirar para reparos no porto de Montevidéu. Incapaz de permanecer o tempo suficiente para os reparos, e incapaz de furar um bloqueio que o esperava, a tripulação do Graf Spee navegou até a uma curta distância fora do porto e afundou o navio. Foto pouco antes de afundar. (AP Photo).

O revoltado

Dono de Restaurante Fred Horak de Somerville, Massachusetts, colocou estas frases na janela de seu estabelecimento, fotografado em 18 mar 1939. Horak era natural de Praga, Tchecoslováquia. (AP Photo).

A Produção de Guerra Americana dava os primeiros passos

P-40 Warhawk caças sendo fabricados, provavelmente em Buffalo, New York, ca 1939 (Foto: AP).

A Mobilização Começa

Enquanto as forças alemãs estavam concentradas na Polônia, a ansiedade estava nascendo na Frente Ocidental, como os soldados francesas e britânicos, sendo transferidos ao longo da fronteira com a Alemanha. Aqui, as tropas francesas montam um acantonamento na França em 18 de dezembro de 1939. (AP Photo).

A Fé pela Paz

Grande multidão de parisienses se reúnem na Igreja Basílica do Sagrado Coração na colina de Montmartre para assistir a um serviço religioso e orar pela paz. Parte da multidão reunida em frente da igreja na França em 27 de agosto de 1939. (AP Photo).

Jornalistas na Linha Maginot

Um grupo de jornalista da Frente Ocidental no topo de um uma fortificação em algum lugar da Linha Maginot, na França, em 19 de outubro de 1939, com um guia do exército francês apontando-lhes a “terra de ninguém” que separa os franceses e as tropas alemãs.(AP Photo).

A Caminho da Guerra

As tropas britânicas embarcam em seus comboios para a primeira etapa de sua viagem para a frente ocidental, em algum lugar na Inglaterra, em 20 de setembro de 1939.(AP Photo / Putnam).

As Primeiras Ações de Defesa na Inglaterra

Westminster em Londres e as Casas do Parlamento, envolto em trevas, após o grande black-out que começou em 11 de agosto de 1939. Este apagão foi o primeiro estudo realizado pelo Ministério do Interior, em preparação para possíveis ataques aéreos alemães.

Curiosidades da Guerra

Uma cena curiosa em Holborn Town Hall, em Londres, Inglaterra, com funcionários e mães testando as reações dos bebês a um respirador projetado para protegê-los contra o gás venenoso em 03 de março de 1939. Vários bebês, todos com idade máxima de dois anos, foram equipados com os “capacetes bebê.”(AP Photo).

Hitler e seus Planos na Polônia

A chanceler alemã e ditador Adolf Hitler consulta um mapa geográfico com o seu pessoal, incluindo Heinrich Himmler (esquerda) e Martin Bormann (à direita) em um local não revelado em 1939.(AFP / Getty Images).

EXTRA

Se ele tivesse sucesso o Mundo seria diferente HOJE!

Na sexta-feira, 30 de outubro de 2008, um homem olha para uma fotografia de Johann Georg Elser, montado em um monumento em Freiburg, Alemanha. Um cidadão alemão, tentou assassinar Adolf Hitler com uma bomba caseira na cervejaria “Buergerbraukeller” em Munique, em 08 novembro de 1939. Hitler terminou seu discurso inicial, escapando da explosão cronometrada por apenas treze minutos. Oito pessoas morreram, 63 ficaram feridas, e Elser foi pego e preso. Pouco antes do fim da Segunda Guerra Mundial, ele foi executado no campo de concentração nazista em Dachau.(AP Photo / Winfried Rothermel).

%d blogueiros gostam disto: